Aprenda a driblar os "riscos azuis" do WhatsApp e não informar se você leu ou não as mensagens

tecnologia
06.11.2014, 19:56:00
Atualizado: 06.11.2014, 20:04:27

Aprenda a driblar os "riscos azuis" do WhatsApp e não informar se você leu ou não as mensagens

Existem dois métodos para que as mensagens não sejam visualizadas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um atualização liberada nesta quarta-feira (5), permite que os usuários do WhatsApp saibam quando um contato visualizou a mensagem. A novidade de um dos mensageiros mais popular do mundo, não agradou muitas pessoas. Mas ainda existe um método para burlar essa visualização.

Existem dois métodos para que as mensagens não sejam visualizadas. No primeiro, é necessário acessar as configurações do aplicativo. Dentro do menu, acesse a opção "Notificação" e depois "Notificações pop-up" e, ao aparecer uma janela, marcar a alternativa "Sempre mostrar notificação". 

Existem dois métodos para que as mensagens não sejam visualizadas

Mesmo assim, qualquer mensagem que for recebida será exibida por uma janela pop-up no dispositivo, seja o "Fechar" ou o "Ver", ou até mesmo o que você desliga a tela do aparelho, o aplicativo vai funcionar e vai encarar como uma leitura de mensagem. Para que isso não aconteça, é necessário apertar o botão "Home" presente em alguns dispositivos.

O segundo método é adicionar o widget do WhatsApp em uma área livre da tela inicial do seu celular (home screen). Desse modo, todas as mensagens recebidas serão listadas no widget e elas só serão marcadas como lidas se você clicar sobre elas.

Reportagem iBahia
Aprenda a driblar os "riscos azuis" do WhatsApp e não informar se você leu ou não as mensagens

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas