Ariana Grande voltará a Manchester para show em benefício das vítimas de atentado

Música
26.05.2017, 18:53:00

Ariana Grande voltará a Manchester para show em benefício das vítimas de atentado

22 pessoas morreram e 64 ficaram feridas

A cantora Ariana Grande vai fazer uma apresentação beneficente em Manchester com o dinheiro arrecadado sendo usado em benefício das vítimas do atentado que deixou 22 mortos e 64 feridos na saída de uma apresentação da americana, na segunda-feira (22).

Ariana, 23 anos, não ficou ferida. Ela divulgou um comunicado nesta sexta-feira (24) afirmando que vai voltar à cidade britânica, mas não deu mais detalhes sobre o show especial.

Ariana vai voltar a Manchester

Leia trechos do comunicado: 

"Eu não quero seguir o resto do ano sem ser capaz de dar uma força aos meus fãs, da mesma forma que eles me dão força. Nossa resposta a essa violência deve ser ficando mais juntos, para nos ajudarmos, nos amarmos mais, e cantar ainda mais alto e viver com mais carinho e generosidade que antes".

"Eu vou retornar à incrivelmente corajosa cidade de Manchester para passar um tempo com meus fãs e fazer um show beneficente para arrecadar dinheiro para as vítimas e suas famílias. Eu quero agradecer meus queridos músicos e amigos que aceitaram ser parte dessa manifestação de amor por Manchester".

"Desde que comecei a turnê Dangerous Woman juntos, eu disse que o show, mais do que tudo, era feito para ser um espaço seguro para os fãs. Um lugar para fugir de tudo, para celebrar, para ficar bem consigo mesmo. Para encontrar amigos que conhecia só online. Para se expressar. Isso não vai mudar".

"A música é feita para nos curar, para nos unir, para nos fazer feliz. E é isso que ela vai continuar fazendo com a gente. Vamos continuar honrando aqueles que perdemos e todos os fãs afetados por essa tragédia. Eles estarão na minha mente e coração todos os dias e eu vou pensar em todos em tudo o que fizer para o resto de minha vida".

Atentado
Na segunda-feira (22), por volta das 21h35 (horário local, 18h30 em Brasília), um terrorista suicida provocou a morte de 22 pessoas, entre elas muitos adolescentes, ao explodir um artefato de fabricação caseira perto da Manchester Arena, ao final de um show da cantora americana Ariana Grande.

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado e afirmou que um "soldado do califado" colocou "muitos pacotes-bomba" em várias concentrações de "cruzados" na cidade britânica.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas