As aventuras da simpática Marília Gabi Gabriela na Bahia

entretenimento
16.01.2021, 05:58:00
(Foto: Acervo Pessoal )

As aventuras da simpática Marília Gabi Gabriela na Bahia

Jornalista e apresentadora mantém a simplicidade mesmo com toda fama e prestígio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A jornalista e apresentadora Marilia Gabi Gabriela é uma das profissionais mais importantes e influentes do Brasil. Desde que apresentou com sucesso, o TV Mulher, na Rede Globo, que foi uma verdadeira revolução, até seu programa De frente com Gabi, ela se destacou pelo profissionalismo, inteligência e simpatia. Confesso que sempre tive vontade conhecê-la por admirar seu trabalho. Mas isso era apenas uma quimera. Ela uma megaestrela no eixo Rio São Paulo com destaque em todo o Brasil, enquanto eu apenas um jornalista baiano, nordestino, mas cheio de garra e disposição.

Mas quis o destino que em 2016, há cinco anos fui apresentado a ela duas vezes. Isso mesmo. Minha amiga Letícia Muhana então bambambã da Globosat dirigindo o Canal Viva (depois de ter criado o GNT e ajudado a implantar a Globonews) resolveu comemorar seus 60 anos em grande estilo em Salvador, terra que ela adotou. Em tempo: Leticia nasceu no Rio de Janeiro mas veio morar na capital baiana com a família onde se formou em jornalismo e iniciou sua carreira profissional. Em 2019, por iniciativa do então vereador Demétrio Oliveira ela recebeu o titulo de cidadã soteropolitana.

Feita essa ressalva vamos voltar ao tema principal. Foram duas grandes festas. A primeira, um dia antes do seu aniversário, no espaço onde funcionava o Camarote Expresso 2222 na Barra com a presença de personalidades do Rio de Janeiro e São Paulo, jornalistas baianos, amigos da anfitriã e, entre as celebridades, Marilia Gabriela que tinha sido convidada por Leticia para fazer um remake do TV Mulher no Canal Viva. Que teve boa repercussão de audiência e de crítica.

Marília Gabi Gabriela prestigiou o aniversário da amiga Letícia Muhana (foto arquivo pessoal)

Nessa festa fomos apresentados pela aniversariante. Muito simpática, eu expliquei porque me chamava Marrom (apelido dado pela original Alcione) falei da minha admiração pelo seu trabalho. Ela agradeceu e eu a deixei à vontade para não ficar enchendo o saco como um tiete. No sábado, dia 20, data do seu aniversário, Letícia realizou um almoço para os mais chegados em sua casa em Praia do Flamengo e lá estava Marília Gabi Gabriela. Tornei a encontrar com ela que mais uma vez sempre solicita conversava sobre diversos assuntos. Bem à vontade. Afinal os convidados também não a importunavam.

A partir dai, se eu já tinha uma boa impressão dela sem a conhecer, só fez aumentar ainda mais a admiração. Porque, normalmente, algumas personalidades que estão no mesmo patamar dela não costumam ser simpáticas apesar de, no vídeo, passarem  outra imagem. Mas Marilia Gabi Gabriela não me decepcionou.

E não é à toa que ela continua com o mesmo prestigio até hoje mesmo não estando em nenhuma TV, mas comandando seu canal no YouTube. Marília iniciou sua carreira de jornalista em 1969, como estagiária do Jornal Nacional da Rede Globo. Depois se tornou apresentadora do Jornal Hoje em São Paulo. Em 1973, estreou no programa Fantástico onde virou repórter especial. Em 1980, Marília Gabi Gabriela passou a ser âncora do programa TV Mulher com o jornalista  Ney Gonçalves Dias que tinha quadros especializados com a então sexóloga Marta Supllicy o estilista Clodovil Hernandez com quem teve um desentendimento e ele foi substituído pelo baiano Ney Galvão, o cartunista Henfil, o psicanalista Eduardo Mascarenhas, a nutricionista Marilu Torres, a esteticista Ala Szermam e a colunista social  Hildegard Angel. Ela também gravou dois discos pela Som Livre e Universal Music intitulado Perdida de Amor, com participações de Simone e Caetano Veloso. Depois de deixar o programa TV Mulher, em 1984, foi correspondente da TV Globo na Inglaterra, além de fazer matérias especiais de New York para o programa Fantástico. Não satisfeita na emissora foi para a Rede Bandeirantes, em 1985 quando apresentou o programa Marília Gabi Gabriela. Ela também passou pelo SBT onde comandou o SBT Repórter e o de Frente com Gabi.

Versátil, Marília Gabi Gabriela também fez teatro em 2001 na peça Esperando Beckett, escrita e dirigida por Gerald Thomas e atuou na novela Senhora do Destino de Aguinaldo Silva e na série Cinquentinha do mesmo Agnaldo. Fez ainda no GNT o Marília Gabriela Entrevista e o prestigiado programa de entrevistas Roda Viva na TV Cultura.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas