Atlético e Bahia de Feira começam a decidir o estadual neste domingo

esportes
16.05.2021, 05:00:00
Wilian Kaefer e Bruninho, jogadores de Atlético e Bahia de Feira (Fotos de Divulgação)

Atlético e Bahia de Feira começam a decidir o estadual neste domingo

Jogo será disputado no estádio Carneirão, em Alagoinhas

Este domingo (16) é histórico para o futebol na Bahia. Pela primeira vez, duas equipes do interior do estado farão a final do Campeonato Baiano, que está em sua 117ª edição. Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira se enfrentam a partir das 16h, no estádio Carneirão, em Alagoinhas, no jogo de ida. O campeão será conhecido no dia 23, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. 

É a terceira final de cada clube. Vice em 1973 e no ano passado, o Carcará busca a primeira taça. O Tremendão, por sua vez, vai em busca do bi, afinal, teve o prazer de festejar em 2011, quando bateu o Vitória. 

Ser campeão em 2021 vale ainda mais do que levantar o cobiçado troféu. O vencedor também garante vaga direta na fase de grupos da Copa do Nordeste de 2022. Além disso, recebe uma premiação de R$ 135 mil. O segundo colocado leva R$ 100 mil e não disputará o Nordestão.

Por ter feito a melhor campanha no somatório das duas primeiras fases, o Bahia de Feira tem o direito de fazer a partida de volta em casa. Em 11 jogos, foram cinco vitórias, três empates e três derrotas, com 15 gols marcados e sete sofridos. Já o Atlético venceu cinco, empatou uma e perdeu outras cinco. Balançou as redes 14 vezes e levou 13 gols.

Motivação
Treinado por Oliveira Canindé, o tricolor de Feira chega motivado após eliminar o tricampeão Bahia na semifinal com um triunfo por 3x0 no jogo decisivo. Os destaques são o meia Bruninho, o atacante Deon e o volante Diones. Os dois últimos já marcaram quatro gols cada no estadual. 

Diones destacou a importância de ter dois clubes do interior na decisão. “Acho que isso mostra o crescimento das equipes do interior. Posso falar pelo Bahia de Feira, que é uma equipe organizada, estruturada e que dá atenção às competições que o clube disputa”, disse ele em entrevista ao site Bahia Notícias. 

O capitão pede concentração do Bahia de Feira nesse primeiro encontro. “Tivemos pouco tempo depois da classificação. Já conversamos sobre o próximo adversário e o que temos que fazer. Já esquecemos o Bahia e nosso foco agora é o Atlético”, avisou. 

No Atlético, o atacante Ronan, 26 anos, é um dos nomes fortes. Em 11 jogos, marcou dois gols e deu três assistências. Para coroar o bom momento, ele quer o título, já que ainda não sabe se continuará para a disputa da Série D. “Estou na final do Campeonato Baiano. Se Deus quiser, vamos conquistar o título. Tenho contrato até final do ano, mas ainda vamos avaliar se fico para jogar a Série D, porque eu recebi algumas propostas e está tudo em aberto. No momento estou focado mesmo é nessa final”, afirmou ao site ge.com.

A equipe do treinador Sérgio Araújo também está motivada para o jogo. Diante da Juazeirense, na semifinal, a classificação veio nos pênaltis após o goleiro Fábio Lima defender três cobranças. O elenco ainda conta com o baixinho e experiente centroavante Robert, autor de 63 gols com a camisa do Carcará. 

Vale lembrar que o gol marcado fora de casa não tem peso nos jogos finais. Depois das duas partidas, se houver empate em pontos e no saldo, o campeão será conhecido na disputa por pênaltis. 

Essa é a quinta vez que uma equipe do interior vai levantar a taça. As outras foram Fluminense de Feira (1963 e 1969), Colo Colo (2006) e o próprio Bahia de Feira (2011).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas