Autor de gols decisivos, Eduardo rouba a cena no Vitória

e.c. vitória
24.01.2022, 13:39:00
Autor do gol contra o Barcelona de Ilhéus, Eduardo é um dos destaques do Vitória no começo dessa temporada (PIETRO CARPI / ECVITÓRIA)

Autor de gols decisivos, Eduardo rouba a cena no Vitória

Meia de 21 anos garantiu o primeiro triunfo rubro-negro da temporada

Famoso por ser um clube formador, o Vitória costuma ter com frequência pelo menos um atleta da base chamando os holofotes para si. Lucas Arcanjo, David e Samuel foram os destaques da temporada passada. Pratas da casa, eles deixaram de uma vez o anonimato e, mesmo com oscilações, se tornaram peças decisivas para o time.

Lucas Arcanjo segue como titular absoluto das traves rubro-negras. Não à toa, a posição de goleiro foi a única que o Vitória não reforçou. Samuel já não está mais na Toca. Vendido para o Oita Trinita, do Japão, por 500 mil dólares (cerca de 2,8 milhões), ajudou a amenizar a crise financeira pela qual o clube passa. David teve proposta do futebol europeu e só não deixou o país porque o Vitória rejeitou a negociação com o Metalist, da Ucrânia. 

Agora, um outro atleta da base rubro-negra está pedindo passagem. Eduardo ganhou não apenas elogios do técnico Dado Cavalcanti durante a pré-temporada como também a titularidade e, de quebra, ainda garantiu a primeira vitória de 2022. Foi dele o tento do placar de 1x0 contra o Barcelona de Ilhéus, no último domingo (23), na Arena Cajueiro, em Feira de Santana.

O gol rasteiro anotado aos 22 minutos da etapa inicial foi apenas o quinto da carreira profissional de Eduardo. Os outros quatro foram comemorados no ano passado. Apesar de ainda não ter uma artilharia expressiva, quatro dos cinco foram decisivos para o resultado.

O primeiro gol registrado pelo meia de 21 anos foi na Copa do Nordeste e garantiu o fechamento do placar de 2x1 contra o Altos, no Barradão. Depois, balançou a rede do Internacional, no Beira-Rio, no triunfo por 3x1 que levou o Leão às oitavas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, colocou o time na frente outra vez quando a partida estava empatada em 1x1.

O terceiro gol da carreira de Eduardo foi o único que não foi decisivo. De pênalti, igualou o marcador do jogo com o CSA, na 14ª rodada da Série B do Brasileiro, mas viu o rival anotar 2x1 nos acréscimos. Por fim, o prata da casa foi o autor do único tento da vitória por 1x0 contra o Sampaio Corrêa, na 30ª rodada do nacional, no estádio Castelão, em São Luís.

Essa é a terceira temporada de Eduardo no elenco principal. Ele se profissionalizou em 2020, após retornar de boa atuação na Copa São Paulo de Futebol Júnior. O primeiro jogo foi em 15 de janeiro daquele ano, quando o Vitória venceu o Atlético de Alagoinhas por 2x1, no Barradão, na primeira fase do Campeonato Baiano. Foi titular e deixou o campo no segundo tempo do jogo. Na ocasião, o rubro-negro disputava o estadual com a equipe de aspirantes, treinada por Agnaldo Liz. 

Fez outros dois jogos pelo Baiano, mas a equipe de aspirantes acabou sendo desfeita pra economizar custos em função do começo da pandemia. Eduardo ainda serviu a equipe sub-20 algumas vezes e participou de 17 jogos da Série B do Brasileiro, mas apenas cinco deles como titular. 

No ano passado, já totalmente incorporado ao elenco profissional, Eduardo vestiu a camisa do Vitória 34 vezes, sendo 20 delas como titular. Apesar de ter amargado o rebaixamento à Série C do Brasileiro com o time, o prata da casa teve seu ponto alto individual na reta final da disputa da segunda divisão, quando se firmou entre os titulares jogando principalmente como segundo homem de meio-campo. 

Atualmente, Dado Cavalcanti vem utilizando o jogador de forma mais ofensiva. Ainda é aproveitado em momentos do jogo no meio-campo, mas também já assumiu nova função como ponta. Mais perto do gol, aproveitou para abrir a contagem da própria artilharia em 2022 e terá chance de ampliá-la no próximo final de semana. No sábado (29), às 16h, o Vitória enfrenta a Jacuipense, no Barradão, pela terceira rodada do Campeonato Baiano.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas