Avião com 18 fãs de beisebol cai e pega fogo; todos sobrevivem

esportes
20.10.2021, 17:06:00
Avião ficou destruído após acidente (Reprodução)

Avião com 18 fãs de beisebol cai e pega fogo; todos sobrevivem

Duas pessoas tiveram ferimentos leves no acidente e foram levadas ao hospital

Um avião com 21 pessoas caiu na última terça-feira (19), logo após levantar voo nos Estados Unidos. A aeronave levava 18 torcedores do Houston Astros para assistir à partida contra o Red Sox, em Boston, além de três tripulantes. Apesar da gravidade do acidente, todos sobreviveram.

Segundo o Departamento de Segurança Pública do Texas, o avião modelo McDonnell Douglas MD-87 tentou decolar de um aeroporto em Waller County, mas não conseguiu. A aeronave derrapou na pista, caiu em um gramado próximo, atravessou uma cerca e pegou fogo. 

Todos conseguiram escapar das chamas. Apenas duas pessoas tiveram ferimentos leves e foram levadas ao hospital, mas devem ficar bem. 

"As coisas começaram a voar e, quando o avião finalmente parou, eles apenas disseram: 'saiam'. Pensamos que ia explodir. O avião já estava pegando fogo antes de sairmos dele", disse um passageiro do voo ao canal KHOU 11.

"Quando o avião finalmente parou (após a queda), todos começaram a gritar 'saiam, saiam, saiam'. Nós pulamos no bote inflável e todos começaram a gritar 'saia de perto das chamas'", contou Cheryl McCaskill, outra passageira, ao jornal Houston Chronicle.

A causa do acidente ainda não foi divulgada pelas autoridades que investigam o caso. A aeronave havia sido fretada por J. Alan Kent, um empresário local, e ficou totalmente destruída. Em comunicado, Kent disse estar "profundamente grato" pelo fato de ninguém ter morrido ou se ferido com gravidade.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas