Bahia e São Francisco no páreo: CBF divulga clubes do Feminino A2

esportes
23.01.2020, 18:16:00
Atualizado: 23.01.2020, 18:25:21
Série A-2 do Brasileirão via começar no dia 15 de março (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Bahia e São Francisco no páreo: CBF divulga clubes do Feminino A2

36 clubes disputam quatro vagas na divisão de elite

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após revelar a tabela do Brasileiro Feminino Série A-1, o departamento de competições da CBF divulgou nesta quinta-feira (23) os participantes da edição de 2020 da segunda divisão do Nacional, o Brasileiro Feminino A-2, que dará quatro vagas de acesso para a elite em 2021. São 36 clubes na disputa, entre eles dois baianos: Bahia e São Francisco, que caiu da A-1 no ano passado.

O tricolor está no Grupo C da competição, junto a UDA-AL, Náutico-PE, Auto Esporte-PB, Cruzeiro-RN e Sport. Campeão Baiano em 2019, o Bahia busca o seu primeiro acesso para a divisão de elite do futebol feminino no Brasil.

Já o São Francisco vai jogar a Série A-2 pela primeira vez após sete participações na divisão superior. O time do recôncavo está no Grupo D ao lado de América-MG, SERC-MS, Foz Cataratas, Juventus-SP e Operário-MT.

O torneio terá início em 15 de março e contará com as quatro equipes rebaixadas da Série A-1 em 2019, os 27 campeões estaduais (no caso de Estados onde o campeão já está classificado para o Feminino A-1, a substituição foi de acordo com a classificação no campeonato) e os seis clubes melhores colocados no Ranking Nacional de Clubes Masculino de 2020 (as equipes que já disputam o Feminino A-1 foram substituídas seguindo a classificação).

De acordo com o regulamento de 2019, os 36 times do Brasileiro Feminino A-2 serão divididos em seis grupos com seis equipes em cada. Os jogos da primeira fase serão disputados em turno único e, ao final, os dois melhores colocados e os quatro melhores terceiros seguirão para a fase seguinte.

Os confrontos das oitavas de final serão definidos por sorteio a ser realizado na sede da CBF. As fases eliminatórias serão disputadas em formato de ida e volta, sem o critério do gol qualificado. Portanto, em caso de empate, o classificado será conhecido nos pênaltis. As quatro equipes que chegarem na fase semifinal estarão promovidas para o Brasileiro Feminino A-1 de 2021.

Em 2019, os clubes que conseguiram o acesso foram Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio e São Paulo. Eles serão substituídos neste ano pelos rebaixados Foz Cataratas, São Francisco, Sport e Vitória-PE.

Os outros participantes - além da dupla baiana- são: Atlético Acreano, UDA-AL, 3B Sport-AM, Atlético-MG, Botafogo, Vasco, Fluminense Oratório-AP, Ceará, Real Brasília, Vila Nova-ES, Goiás, Juventude Timonense-MA, América-MG, SERC-MS, Operário-MT, ESMAC-PA, Auto Esporte-PB, Náutico, Tiradentes-PI, Toledo-PR, Cruzeiro-RN, Real Ariquemes-RO, Brasil-RS, Napoli-SC, Juventus-SP, São Valério-TO, Athletico-PR, Chapecoense e Fortaleza. O representante de Sergipe ainda será definido.

Confira os grupos do Brasileiro Feminino A-2:

Grupo A - Oratório-AP, Ceará, Juventude Timonense-MA, ESMAC-PA, Tiradentes-PI e representante de Sergipe;
Grupo B - Atlético Acreano-AC, 3B Sport-AM, Fortaleza, Vitória-PE, São Valério-TO e Real Ariquemes-RO;
Grupo C - UDA-AL, Bahia, Náutico-PE, Auto Esporte-PB, Cruzeiro-RN e Sport;
Grupo D - América-MG, SERC-MS, Foz Cataratas, São Francisco-BA, Juventus-SP e Operário-MT;
Grupo E - Real Brasília, Goiás, Vila Nova-ES, Botafogo, Vasco e Atlético-MG;
Grupo F - Napoli-SC, Athletico-PR, Fluminense, Brasil-RS, Chapecoense e Toledo-PR.

*com supervisão do subeditor Miro Palma
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas