Bahia sofre no 2º tempo e estreia com empate contra a Juazeirense

e.c. bahia
22.01.2020, 23:27:00
Elcarlos, da Juazeirense, é marcado por Gabriel Esteves, do Bahia (EC Bahia/Divulgação)

Bahia sofre no 2º tempo e estreia com empate contra a Juazeirense

Aspirantes do tricolor não criaram muitas chances na largada do Baianão

A temporada do futebol baiano começou para valer. Depois de mais de mais de um mês, o torcedor do Bahia pôde matar a saudade de ver o tricolor em campo nesta quarta-feira (22) e conhecer o time que representa o Esquadrão no Campeonato Baiano. A estreia, no entanto, não foi das melhores.

Em Juazeiro, a equipe de aspirantes treinada por Dado Cavalcanti empatou com a Juazeirense por 1x1, no estádio Adauto Moraes. Jhonata anotou para o Cancão, e Ramon, de pênalti, assegurou o pontinho.

O próximo jogo do Bahia é sábado (25), às 16h, contra o Santa Cruz, pela Copa do Nordeste, desta vez com o elenco principal. 

O jogo 
Sem surpresas, Dado Cavalcanti colocou em campo a mesma escalação que usou durante os amistosos de preparação. Apesar de chegar com perigo logo no primeiro minuto em jogada pela direita de Alex Travassos, a Juazeirense praticamente não assustou o Bahia. 

Com mais posse de bola, o tricolor controlou bem a partida na primeira etapa, mas esbarrava na falta de criatividade do meio-campo. Tanto que o primeiro grande lance só saiu aos 16 minutos. Saldanha recebeu na área, girou sobre o marcador e chutou forte, mas o goleiro Roger Kath fez a defesa. 

Principal referência do ataque do Bahia, Saldanha voltou a aparecer bem aos 31 minutos. Mayk conseguiu descolar bom cruzamento da esquerda e o camisa 9 testou forte. O goleiro da Juazeirense teve que se esticar todo salvar o Cancão. 

Mas a melhor chance do Bahia no primeiro tempo veio aos 42 minutos. Depois do escanteio da Juazeirense, o Esquadrão puxou bom contra-ataque e ficou com quatro jogadores contra apenas um do Cancão. Edson enfiou bola para Willean Lepo, que tentou driblar o goleiro Roger e perdeu ótima oportunidade para abrir o placar. 

Segundo tempo
Depois do primeiro tempo de domínio do Bahia, a Juazeirense voltou do intervalo querendo mostrar força e só precisou de um minuto para balançar as redes. 

Na cobrança de falta na área, o goleiro Fernando saiu errado, a bola bateu na cabeça do zagueiro Anderson e voltou para Jhonata completar para o fundo do gol. Após o lance, o árbitro chegou a consultar o bandeirinha sobre um possível impedimento, mas o lance foi validado. 

O gol animou a Juazeirense, só que o Cancão não conseguiu aproveitar o bom momento. Pior, viu o Bahia chegar ao empate. Aos 10 minutos, Saldanha tentou drible dentro da área e caiu após choque com o marcador. Pênalti que Ramon bateu no canto direito dele e anotou o primeiro gol do tricolor no Baianão. 

Apesar do gol, foi a Juazeirense que seguiu colocando pressão na partida. Na cobrança de escanteio, Elcarlos escorou, a bola desviou em Saldanha e ia entrando, porém a defesa tirou em cima da linha. 

No lance seguinte, Alex Travassos cobrou falta direta e obrigou Fernando a fazer boa defesa. Minutos depois, foi a vez de Gugu chutar cruzado e mandar na trave. 

Já nos minutos finais, a Juazeirense teve outra boa oportunidade com Douglas, mas ficou no quase. Sem conseguirem balançar as redes, restou aos dois times lamentar o empate na estreia do Campeonato Baiano. 

FICHA TÉCNICA

Juazeirense | Roger Kath (Milton), Alex Travassos, Júnior Gaúcho, Kanu e wendell; Waguinho, Elicarlos, Jhonata e Clebson; Nino Guerreiro (Douglas Valle) e Jeam (Gugu). Técnico: Vladimir Viana 

Bahia |  Fernando, Willean Lepo, Ignacio, Anderson e Mayk; Edson, Caio Mello (Cristiano) e Ramon (Luciano Buiú); Gustavo, Gabriel Esteves e Saldanha (Caíque). Técnico Dado Cavalcanti

Estádio |  Adauto Moraes, em Juazeiro
Gols | Jhonata, a 1 minuto, e Ramon, aos 12 minutos do 2º tempo
Cartão amarelo |  Nino Guerreiro e Clebson (Juazeirense); Cristiano (Bahia). Cartão Vermelho |  Anderson (Bahia)
Público | 1.585 pagantes 
Renda |  R$ 28.895,00 
Árbitro | Bruno Pereira Vasconcelos, auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda e Edevan de Oliveira Pereira

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas