Barcelona anuncia o holandês Ronald Koeman como técnico

esportes
19.08.2020, 11:38:00
Atualizado: 19.08.2020, 11:38:58
Holandês jogou no Barcelona nos anos 90 (Divulgação )

Barcelona anuncia o holandês Ronald Koeman como técnico

Contrato vai até junho de 2022

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Barcelona já tem um novo treinador. Dois dias depois de anunciar oficialmente a demissão de Quique Setién, a direção do clube catalão acertou nesta quarta-feira a contratação do holandês Ronald Koeman, que assinou um contrato por dois anos até junho de 2022 e, assim, deixará o comando da seleção da Holanda, onde está desde 2018.

"Todos sabem que o Barcelona é o clube dos meus sonhos. Para mim é muito especial poder ser o treinador", explicou Koeman em declarações publicadas no comunicado oficial emitido pelo clube da Catalunha. Sua apresentação oficial será nesta quarta-feira com a presença do presidente Josep Maria Bartomeu, que conduziu as negociações desde o último final de semana para a sua contratação e o consequente desligamento da seleção holandesa.

"O holandês tem uma experiência como técnico de mais de 20 anos e já ganhou oito títulos. Chega agora ao Barcelona depois de passar por várias ligas como a Premier League (Campeonato Inglês), LaLiga (Campeonato Espanhol), Eredivisie (Campeonato Holandês) e Campeonato Português, além da seleção da Holanda", completou a nota oficial do clube catalão.

Também nesta quarta-feira a Real Associação de Futebol dos Países Baixos (KNVB, na sigla em holandês) anunciou a saída do treinador da seleção. "Ronald Koeman deixa seu posto de técnico da equipe nacional holandesa. Estava na KNVB desde fevereiro de 2018 e dirigiu o time em 20 partidas", informou a entidade, que publicou declarações do próprio Koeman.

"Foi uma honra ser o treinador da seleção holandesa. Dei tudo nesses dois anos e meio para triunfar com a equipe. Quando olho para trás, sinto orgulho do que conseguimos juntos neste período A seleção holandesa terá um bom futuro, estou convencido disso", afirmou o técnico, que tinha contrato até junho de 2022 e comandaria a Holanda na Eurocopa de 2020, adiada para o ano que vem.

O ex-zagueiro holandês fez história no Barcelona, onde jogou entre 1989 e 1995, tendo marcado 87 gols em 264 jogos. Esta não é a primeira vez que Koeman é associado ao cargo de técnico do clube catalão. O treinador já foi auxiliar em 1999 e, deste então, não voltou. Em sua carreira depois de se aposentar como jogador, já comandou Vitesse, Ajax, PSV Eindhoven, Benfica, AZ Alkmaar, Feyenoord, Southampton e Everton, antes de assumir o cargo na seleção holandesa em 2018.

Além de Koeman, o Barcelona anunciou a chegada de Ramon Planes para o cargo de diretor técnico. Nesta segunda-feira, a diretoria tinha anunciada a saída do ex-lateral-esquerdo francês Eric Abidal da secretaria técnica.

Substituto na Holanda

Após a saída de Koeman, a Federação Holandesa anunciou que Dwight Lodeweges, de 62 anos, será o técnico interino da seleção, até que um novo nome seja contratado. Dwight já era aulixiar no comando técnico desde fevereiro de 2018.

"Dwight Lodeweges será o treinador nacional interino até que um sucessor de Ronald Koeman seja nomeado. Lamentamos a decisão de Ronald, mas respeitamos. No período em que Ronald foi o treinador, conseguiu resultados muito bons", afirmou Eric Gudde, presidente da federação, em um comunicado oficial divulgado nesta quarta-feira nas redes sociais e no site oficial da entidade.

Lodeweges vai estrear como treinador interino no dia 4 de setembro contra a Polônia, na Johan Cruyff Arena, em Amsterdã, pela rodada inaugural do Grupo A1 da Liga das Nações de 2020/2021.



***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas