Barcelona passa Real e é clube mais valioso do mundo, diz Forbes

esportes
12.04.2021, 17:55:00
Atualizado: 12.04.2021, 17:55:28
Barcelona foi apontado pela Forbes como o clube mais valioso do mundo (Foto: German Parga/FC Barcelona)

Barcelona passa Real e é clube mais valioso do mundo, diz Forbes

Clube catalão está avaliado em aproximadamente R$ 27,2 bilhões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Barcelona desbancou o rival Real Madrid e se tornou o clube mais valioso do mundo, sendo avaliado em 4,76 bilhões de dólares (aproximadamente R$ 27,2 bilhões). A informação é da revista Forbes, que divulgou o ranking com as equipes nesta segunda-feira (12).

Segundo a publicação, o time da capital espanhola está avaliado em 4,75 bilhões de dólares (cerca de R$ 27,1 bilhões). Nos últimos 16 anos, aliás, o Real e o Manchester United monopolizaram a primeira colocação, com os merengues no topo 5 vezes e os ingleses, 11.

Curiosamente, a ascensão do Barcelona acontece em um momento conturbado. Em outubro, o então presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, renunciou ao cargo. Além disso, o craque Lionel Messi pode deixar a equipe no fim da temporada.

Cada integrante do top 20 dos times mais valiosos do mundo vale, em média, 2,28 bilhões de dólares. É um aumento de 30% em relação ao último ranking publicado, há dois anos. O salto aconteceu mesmo em meio à pandemia de covid-19, que impactou nos cofres dos clubes. 

A receita média das 20 equipes na temporada 2019/20 foi de 441 milhões de dólares, queda de 9,6% em relação a 2017/18.

Confira o top 20 dos times mais valiosos do mundo, segundo a Forbes:

1º Barcelona (Espanha)
Valor: US$ 4,76 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 18%
Receita (2020): US$ 792 milhões
Lucro operacional (2020): US$ 62,2 bilhões
Dívida: 6%

2º Real Madrid (Espanha)
Valor: US$ 4,75 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 12%
Receita (2020): US$ 792 milhões
Lucro operacional (2020): US$ 92 milhões
Dívida: 6%

3º Bayern de Munique (Alemanha)
Valor: US$ 4,215 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 39%
Receita (2020): US$ 703 milhões
Lucro operacional (2020): US$ 49,2 milhões
Dívida: 0%

4º Manchester United (Inglaterra)
Valor: US$ 4,2 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 10%
Receita (2020): US$ 643 milhões
Lucro operacional (2020): US$ 166,6 milhões
Dívida: 16%

5º Liverpool (Inglaterra)
Valor: US$ 4,1 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 88%
Receita: US$ 619 milhões
Lucro operacional (2020): US$ 61,9 milhões
Dívida: 2%

6º Manchester City (Inglaterra)
Valor: US$ 4 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 49%
Receita (2020): US$ 609 milhões
Lucro operacional (2020): US$ -2 milhões
Dívida: 0%

7º Chelsea (Inglaterra)
Valor: US$ 3,2 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 24%
Receita (2020): US$ 520 milhões
Lucro operacional (2020): US$ 34,7 milhões
Dívida: 0%

8º Arsenal (Inglaterra)
Valor: US$ 2,8 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 23%
Receita (2020): US$ 430 milhões
Lucro operacional (2020): US$ 47,3 milhões
Dívida: 7%

9º Paris Saint-Germain (França)
Valor: US$ 2,5 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 129%
Receita (2020): US$ 599 milhões
Lucro operacional (2020): – US$ 4,5 milhões
Dívida: 0%

10º Tottenham (Inglaterra)
Valor: US$ 2,3 bilhões
Variação nos últimos dois anos: 42%
Receita (2020): US$ 494 milhões
Lucro operacional: US$ 134,2 milhões
Dívida: 39%

11º Juventus (Itália)
Valor: US$ 1,95 bilhão
Variação nos últimos dois anos: 29%
Receita (2020): US$ 441 milhões
Lucro operacional: – US$ 14 milhões
Dívida: 16%

12º Borussia Dortmund (Alemanha)
Valor: US$ 1,9 bilhão
Variação nos últimos dois anos: 112%
Receita (2020): US$ 405 milhões
Lucro operacional: US$ 15,1 milhões
Dívida: 0%

13º Atlético de Madrid (Espanha)
Valor: US$ 1 bilhão
Variação nos últimos dois anos: 5%
Receita (2020): US$ 368 milhões
Lucro operacional: US$ 61,7 milhões
Dívida: 26%

14º Inter de Milão (Itália)
Valor: US$ 743 milhões
Variação nos últimos dois anos: 11%
Receita (2020): US$ 323 milhões
Lucro operacional: US$ 13,1 milhões
Dívida: 8%

15º Everton (Inglaterra)
Valor: US$ 658 milhões
Variação nos últimos dois anos: 38%
Receita (2020): US$ 235 milhões
Lucro operacional: US$ 15 milhões
Dívida: 0%

16º Milan (Itália)
Valor: US$ 559 milhões
Variação nos últimos dois anos: -4%
Receita (2020): US$ 165 milhões
Lucro operacional: – US$ 92,4 milhões
Dívida: 4%

17º Roma (Itália)
Valor: US$ 548 milhões
Variação nos últimos dois anos: -12%
Receita (2020): US$ 156 milhões
Lucro operacional: US$ 108,4 milhões
Dívida: 56%

18º West Ham (Inglaterra)
Valor: US$ 508 milhões
Mudança nos últimos dois anos: -18%
Receita (2020): US$ 175 milhões
Lucro operacional: – US$ 24,2 milhões
Dívida: 18%

19º Leicester (Inglaterra)
Valor: US$ 455 milhões
Variação nos últimos dois anos: Não ranqueado há dois anos
Receita (2020): US$ 189 milhões
Lucro operacional: -US$ 49,3 milhões
Dívida: 17%

20º Ajax (Holanda)
Valor: US$ 413 milhões
Variação nos últimos dois anos: Não ranqueado há dois anos
Receita (2020): US$ 172 milhões
Lucro operacional: US$ 1,7 milhão
Dívida: 11%

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas