Barcelona perde em casa e desperdiça chance de liderar o Espanhol

esportes
29.04.2021, 19:58:00
Atualizado: 29.04.2021, 19:58:14
Messi fez o primeiro gol do duelo, mas o Barcelona sofreu a virada (Foto: Lluis Gene/AFP)

Barcelona perde em casa e desperdiça chance de liderar o Espanhol

Time catalão abriu o placar com Messi, mas viu Machís e Molina marcarem e decretarem a virada para o Granada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Barcelona tinha nesta quinta-feira (29) uma grande oportunidade de se tornar líder isolado do Campeonato Espanhol, faltando apenas cinco rodadas para o final da temporada. O time catalão recebeu o Granada no estádio Camp Nou, em jogo atrasado da 33ª rodada, mas perdeu de virada por 2x1 e permaneceu na terceira colocação.

O Barça tem 71 pontos, a mesma pontuação do rival Real Madrid, dois a menos que o líder Atlético de Madrid. Até o Sevilla, com 70, segue na briga pelo título.

No início de fevereiro, o Atlético de Madrid tinha 10 pontos de vantagem para seus rivais mais diretos. No entanto, o time comandado pelo técnico argentino Diego Simeone caiu de produção e aos poucos foi permitindo a aproximação de Real Madrid e Barcelona. Com a chance perdida nesta quinta-feira, o clube catalão ainda tem uma oportunidade no clássico contra o Atlético de Madrid daqui nove dias, no Camp Nou, pela 35ª rodada.

Para se ter uma ideia da decepção pela derrota nesta quinta-feira, essa é a primeira vitória do Granada em 27 confrontos com o Barcelona na história. Antes, o time catalão havia vencido todos os 26 jogos disputados. Com 45 pontos, a equipe da região da Andaluzia está agora em oitavo lugar e se mantém na luta por uma vaga na próxima edição da Liga Europa.

Em campo, os mandantes abriram o placar aos 23 minutos do primeiro tempo. O atacante francês Antoine Griezmann recebeu, conduziu muito bem a jogada por dentro e serviu o craque argentino Lionel Messi, que finalizou sem chances para o goleiro Aaron Escandél.

O empate do Granada veio aos 18 minutos do segundo tempo, com o venezuelano Darwin Machís. O jogador recebeu passe em profundidade e marcou em um contra-ataque bem armado dos visitantes. A virada aconteceu com o atacante Jorge Molina, que entrou no decorrer do jogo e cabeceou com estilo na pequena área, aos 34, superando o goleiro alemão Ter Stegen.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas