Bares, lojas e barbearias são interditadas por descumprirem decreto em Salvador

salvador
01.03.2021, 14:26:00
Atualizado: 01.03.2021, 20:02:17

Bares, lojas e barbearias são interditadas por descumprirem decreto em Salvador

Ao todo, foram 78 estabelecimentos punidos

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Alguns estabelecimentos não obedeceram às normas do lockdown parcial ao qual Salvador foi submetido no último fim de semana. Ao todo, 78 empresas foram autuadas e interditadas por descumprimento de normas.

Metade dos estabelecimentos interditados foram bares: 18. Além disso, a força-tarefa comandada por agentes da Secretaria Municipal de Urbanismo (Sedur), em parceria com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar interditou duas barbearias, uma bomboniére, loja de pet shop, comércio de rua, restaurante e lojas de materiais de construção.

Foram vistoriados 14 bairros de Salvador. No total, foram 84 localidades visitadas pelos fiscais, totalizando 6.160 vistorias entre a sexta-feira (26) e o domingo (28). Além das interdições, os agentes ainda dispersaram 28 aglomerações em Narandiba, Canabrava, CAB, Boca do Rio, no Uruguai, em Massaranduba, Periperi, Paripe e no Resgate.

As equipes também ficaram responsáveis pela operação Maré de Março. Nela, 100 agentes instruíram a população a não entrar na faixa de areia da orla de Salvador. Durante a ação, a Guarda Municipal precisou abordar 60 pessoas que tentaram ir às praias, que estão interditadas.

Também no fim de semana, foram distribuídas máscaras no bairro da Barra, em pontos montados no Barra Center, no Farol e no Porto. 

Vigilância Sanitária
Houve também entre sábado (27) e domingo (28) visitas de equipes da Vigilância Sanitária de Salvador (Visa), vinculada à Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a 150 estabelecimentos em bairros com maior número de casos de covid-19 e com histórico de aglomeração.

Foram fiscalizadas padarias, mercados, pet shops, clínicas de emergência, dentre outros, localizados nos bairros da Pituba, Caminho de Areia, Ribeira, Brotas, Vila Laura, Boca do Rio e no Subúrbio Ferroviário.

Ao todo, foram 36 locais notificados, com 12 interdições parciais em drogarias e funerária, além de duas apreensões em padarias e lanchonetes. Mesmo com a determinação da proibição da venda de bebidas alcoólicas, os agentes flagraram pelo menos duas infrações desse tipo.

Os cidadãos podem denunciar qualquer irregularidade através do Fala Salvador, no número 156 ou pelo site 

Prisões
Mais 18 pessoas foram flagradas pela polícia desrespeitando o toque de recolher, na Bahia. Autuações ocorreram entre 22h de domingo (28) e 5h de segunda (1), na capital baiana, na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e no interior do estado. No final de semana, a polícia autuou 48 pessoas por descumprimento do decreto. No total, desde o início do decreto, 134 infratores acabaram detidos.

Salvador teve dois casos registrados entre domingo e segunda, na RMS foram detidos quatro infratores nas cidades de Simões Filho, Mata de São João e São Francisco do Conde e, no interior, os outros 12 flagrantes aconteceram nos municípios de Antônio Cardoso, Teixeira de Freitas, Vitória da Conquista, Belo Campo, Porto Seguro e Jacobina.

As 18 pessoas foram autudas nos artigos 268 (infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa), 330 (desobedecer a ordem legal de funcionário público) e 132 (expor a vida ou a saúde de outrem a perigo).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas