Bélgica leva o bronze e faz melhor campanha da história das Copas

esportes
14.07.2018, 12:51:00
Atualizado: 14.07.2018, 16:28:27
Meunier e Hazard marcaram os gols que garantiram bronze da Bélgica (Foto: AFP)

Bélgica leva o bronze e faz melhor campanha da história das Copas

Essa é a primeira vez que a Bélgica garante vaga no pódio do Mundial

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Aos poucos, a Copa do Mundo vai se despedindo. Neste sábado (14), a Bélgica venceu a Inglaterra, por 2x0, e conquistou o terceiro lugar do Mundial. Esse foi o penúltimo jogo do torneio, que acaba domingo (15), com a grande final, entre França e Croácia, às 12h, em Moscou.

O primeiro gol dos que garantiram um lugar no pódio para a seleção belga foi marcado com apenas três minutos de jogo. Após cobrança de tiro de meta de Courtois, Chadli desviou para Lukaku, que devolveu para o camisa 15. Ele cruzou na área e Meunier chegou com categoria para mandar a bola para o fundo do gol e fazer 1x0.

A Bélgica chegou a levar um sufoco no segundo tempo, com boas jogadas da Inglaterra, mas conseguiu fazer o segundo gol após lindo contra-ataque. Aos 36 minutos, De Bruyne arrancou em velocidade e mandou a bola nas costas de Jones para a infiltração de Hazard. O camisa 10 tirou do goleiro Pickford e sacramentou a conquista dos belgas.

Esse não foi o primeiro encontro das equipes nesta Copa do Mundo. Bélgica e Inglaterra já tinham se encontrado pela última rodada da fase de grupos. No duelo, os belgas também haviam vencido os ingleses por 1x0, com gol de Carrasco. O novo triunfo, além de dar à Bélgica a medalha de bronze, faz com que a seleção alcance um feito histórico. Essa é a melhor posição que o país já conquistou em uma disputa de Mundial.

Antes, a melhor posição da Bélgica havia sido um quarto lugar. Em 1986, os belgas disputaram o terceiro lugar com a França e, após empate em 2x2 no tempo normal, os franceses marcaram mais dois gols na prorrogação e venceram por 4x2. Além de um feito inédito para o país, a Bélgica ajudou a manter uma tradição. Nunca na história das disputas do terceiro lugar, um jogo terminou empatado em 0x0. Outra curiosidade é que, pela primeira vez, duas equipes que já haviam se encarado durante o torneio, voltam a duelar, em disputa do terceiro lugar.

Já os ingleses, que foram campeões em 1966, igualam a segunda melhor posição já conquistada em Copas do Mundo. Antes da edição de 2018, a seleção inglesa já havia ficado com a quarta posição no Mundial de 1990. Na época, eles disputaram o terceiro lugar contra a Itália e perderam por 2x1.

Apesar de uma disputa de terceiro lugar não ter a emoção de uma final, o duelo renderá uma boa premiação da Fifa para as duas seleções. Enquanto a Bélgica, que conquistou o bronze, receberá bonificação de 24 milhões de dólares (aproximadamente R$ 92,4 milhões), os ingleses voltam para casa com 22 milhões de dólares (R$ 84,7 milhões). 

Essa foi a 23ª vez que Bélgica e Inglaterra duelaram. Agora, são 15 triunfos ingleses, três dos belgas e cinco empates. Destes confrontos, apenas quatro foram válidos pela Copa do Mundo. Em 1954, as seleções empataram em 4x4. Em 1990, a Inglaterra venceu por 1x0 na prorrogação e, em 2018, a Bélgica venceu os dois jogos: um por 1x0, na fase de grupos e os 2x0 pelo terceiro lugar.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas