Bia Ferreira perde, resultado é revisto e baiana vai à semi de Mundial

esportes
20.09.2021, 19:07:00
Atualizado: 20.09.2021, 19:08:07
Bia Ferreira avançou no Campeonato Mundial militar de boxe (Reprodução/Instagram @beatrizferreira60kg)

Bia Ferreira perde, resultado é revisto e baiana vai à semi de Mundial

Árbitros apontaram vitória de atleta da casa, mas baiana entra com recurso e decisão é alterada

Beatriz Ferreira passou por um susto, mas está na semifinal do Campeonato Mundial militar de boxe, realizado em Moscou, na Rússia. Inicialmente, ela teria sido eliminada, mas o resultado foi revisto e a baiana avançou, garantindo, no mínimo, a medalha de bronze. Essa é a primeira competição de Bia após o vice-campeonato olímpico em Tóquio.

A luta polêmica foi diante de uma atleta da casa, Nune Asatrian. A brasileira havia sido melhor, mas os árbitros deram a vitória para a russa. A delegação brasileira, então, entrou com recurso e conseguiu inverter a ganhadora. Assim, Bia segue viva na competição e vai enfrentar uma atleta do Uzbequistão na semifinal, nesta quinta-feira (23).

"Segundo os árbitros da partida eu havia perdido a luta das quartas de final contra a atleta da casa, ficando assim fora do pódio e da chance de lutar pelo ouro. Mas, tanto eu quanto a comissão técnica da marinha do Brasil ficamos chateados com a decisão, diante do que eu havia apresentado no ringue e assim a comissão brasileira entrou com recurso pedindo a reavaliação da luta, e depois da avaliação de todos da comissão julgadora a decisão é de que fui a vencedora, seguindo assim na competição e na busca pelo ouro. Vou ainda mais forte para buscar esse título", escreveu Bia, nas redes sociais.

O Campeonato Mundial Militar de Boxe reúne alguns dos principais nomes da modalidade. O pré-requisito para competir é fazer parte das forças armadas do país - a baiana é da Marinha.

Desde 2017, Beatriz disputou quase 30 competições e só ficou fora do pódio em uma: no Campeonato Mundial de 2018, quando foi eliminada nas oitavas de final. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas