Bicampeão! Brasileiro Bruno Soares vence US Open nas duplas

esportes
10.09.2020, 18:43:00
Atualizado: 10.09.2020, 18:43:56
Mate Pavic e Bruno Soares comemoram com a taça do US Open (Foto: Darren Carroll/USTA)

Bicampeão! Brasileiro Bruno Soares vence US Open nas duplas

Com croata Mate Pavic, tenista derrota Nikola Mektic e Wesley Koolhof por 2 sets a 0 na final e repete feito de 2016

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Brasil subiu ao lugar mais alto do pódio no US Open. Nesta quinta-feira (11), o mineiro Bruno Soares levantou o troféu do Grand Slam americano após derrotar na final, ao lado do croata Mate Pavic, os europeus Nikola Mektic e Wesley Koolhof por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/3, em 1h30. É o segundo título do brasileiro, de 38 anos, nas duplas masculinas, além do quarto título dele no torneio.

"Significa muito, é por isso que a gente treina. Estou extremamente feliz. É um ano difícil para todos. Muito feliz pelo trabalho que todos colocaram neste evento, para nos dar a oportunidade de voltar à quadra. Começar com um título de Grand Slam... Acho que é uma forma muito positiva, para nós, de voltar", comemorou Soares.

Além do troféu de 2020, ele ganhou em 2016, com Jamie Murray (irmão de Andy Murray, ex-número 1 do mundo de simples), pelas duplas masculinas. E, em 2012, ao lado de Ekaterina Makarova, e 2014, com Sania Mirza, venceu o troféu nas duplas mistas. O mineiro ainda foi campeão do Australian Open nas duplas masculinas, com Murray, e duplas mistas, com Elena Vesnina, na mesma edição, em 2016.

Esse foi o segundo título de Soares na parceria com Mate Pavic - ano passado, eles venceram o Masters 1000 de Xangai. Com a taça, o brasileiro pula nove posições no ranking da ATP e passa para o 18º lugar. O croata, por sua vez, também sobe na classificação e passa a ocupar a 10ª posição. Os dois vão dividir a premiação total de US$ 400 mil (cerca de R$ 2,1 milhões na cotação atual).

Campeões brasileiros de torneios Grand Slam
Maria Esther Bueno - 19 (7 em simples, 11 em duplas e 1 em duplas mistas)
Bruno Soares - 6 (3 em duplas e 3 em duplas mistas)
Gustavo Kuerten - 3 (todos em simples)
Marcelo Melo - 2 (ambos em duplas)
Thomas Koch - 1 (em duplas mistas)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas