Bolsonaro: "no nosso governo, não queremos saber de campanhas de desarmamento"

brasil
17.06.2021, 21:13:20
Atualizado: 17.06.2021, 21:18:01
(Isac Nóbrega/PR)

Bolsonaro: "no nosso governo, não queremos saber de campanhas de desarmamento"

Presidente criticou membros do poder Judiciário, que se opõe à flexibilização das regras para porte e posse de arma

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que pretende propor projeto para estender o prazo de recadastramento de armas não regularizadas no Brasil. Segundo ele, "todas as ditaduras são precedidas por campanhas de desarmamento". "Nosso governo não quer saber de campanha de desarmamento", completou

O deputado Vitor Hugo (PSL-GO), presente na transmissão ao lado do presidente, defendeu proposta de flexibilização do porte de armas que eliminaria a necessidade de comprovar "efetiva necessidade" de se ter armas.

Bolsonaro ainda criticou membros do poder Judiciário, que se opõe à flexibilização das regras para porte e posse de arma. "Não abrem mão de segurança particular", afirmou. Em seguida, criticou a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber, apontada pelo presidente como contrária à medida. "Não sei se ela tem segurança. Deve ter policial federal com ela. Deveria não ter, para dar exemplo", afirmou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas