Bolsonaro vai à praia em Salvador ao lado da filha Laura

salvador
28.12.2019, 16:09:47
Bolsonaro vai à praia em Salvador ao lado da filha Laura (Base Aérea/Divulgação)

Bolsonaro vai à praia em Salvador ao lado da filha Laura

Ele chegou acompanhado da filha Laura, 9 anos, além de grupo de cerca de 30 pessoas.

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O presidente Jair Bolsonaro foi à praia de Inema, na Base Naval de Aratu, na Bahia, na manhã deste sábado (28). Ele chegou por volta das 11h30 e estava acompanhado da filha Laura, 9 anos, além de grupo de cerca de 30 pessoas.

Bolsonaro passará o réveillon na base naval, que fica cerca de 40 quilômetros de Salvador - ele embarcou na sexta-feira, 27, e a expectativa é que só retorne a Brasília no dia 5 de janeiro.

O dia nublado atraiu poucos banhistas à praia, que fica numa área fechada da Marinha, e o presidente pôde aproveitar a tranquilidade do lugar sob dois toldos montados no fim da praia, onde costumam ficar os presidentes que visitam Inema.

Em determinado momento foi possível observar Laura passando protetor solar no pai, que se mostrava descontraído. Depois, Bolsonaro se afastou do grupo e caminhou na direção de algumas pessoas também presentes na praia. Ele as cumprimentou, tirou fotos e conversou com elas por alguns minutos. De volta ao grupo que o acompanha, Bolsonaro passou longos períodos caminhando de um lado para o outro, falando ao celular.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, não acompanha o presidente. Bolsonaro afirmou que ela não viajaria porque seria submetida a uma cirurgia, sem detalhar o procedimento. Na sexta-feira, a própria primeira-dama falou com jornalistas e disse que o procedimento "não é grave".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas