Boxeador que viralizou por 'lutar contra o ar' morre após dois dias no hospital

esportes
08.06.2022, 16:21:00
(Reprodução/Twitter)

Boxeador que viralizou por 'lutar contra o ar' morre após dois dias no hospital

Simiso Buthelezi teve uma lesão cerebral após receber um golpe na cabeça

O boxeador sul-africano Simiso Buthelezi, de 24 anos, morreu dois dias após ser internado em um hospital por um golpe que recebeu na cabeça durante uma luta. Um vídeo, gravado no domingo (5), dia que ocorreu a luta, capturou o momento pancada sofrida por Buthelezi e viralizou nas redes sociais. O lutador ficou atordoado com o soco e "lutou contra o vento" dentro do ringue.

A Boxing South Africa (BSA), entidade que organiza as competições oficiais no país, confirmou o falecimento do atleta nesta terça-feira (7). No comunicado, que foi assinado pela Boxing SA e pela família do lutador, a organização afirma que Simiso Buthelezi sofreu uma lesão cerebral e teve uma hemorragia interna. 

“É com grande tristeza para a família Buthelezi anunciar a morte de Simiso Buthelezi, que faleceu na noite passada em 7 de junho no hospital em Durban. No final de sua luta, Buthelezi desmaiou e foi levado ao hospital e descobriu-se que ele sofreu uma lesão cerebral que resultou em hemorragia interna", diz o texto. A BSA ainda garantiu que Simiso recebeu o melhor atendimento possível dentro do hospital.

O comunicado da instituição ainda afirma que fará uma investigação médica independente e, posteriormente, divulgará publicamente o resultado.

A lesão sofrida pelo lutador aconteceu em um combate contra Siphesihle Mntungwa, que também é sul-africano. Ao partir para cima do adversário, Simiso recebe um golpe na cabeça, mas ainda consegue empurrar Mntungwa para as cordas do ringue. Alguns segundos depois, Simiso Buthelezi ficou desorientado e começou a trocar socos com ar na direção contrária, sem rumo.

A luta, organizada pela Starline Boxing Promotions, foi encerrada e Siphesihle Mntungwa foi decretado vencedor. A entrega do cinturão foi adiada justamente pela preocupação com o estado de saúde de Buthelezi. 

Veja o momento do golpe

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas