Brasil bate a Rússia e é a única seleção invicta na Copa do Mundo

esportes
05.10.2019, 15:38:54
Leal encara o bloqueio da Rússia (FIVB/ Divulgação)

Brasil bate a Rússia e é a única seleção invicta na Copa do Mundo

Equipe do técnico Renan Dal Zotto chegou a quarta vitória seguida no torneio

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A seleção brasileira masculina de vôlei manteve o aproveitamento de 100% na Copa do Mundo do Japão ao derrotar, neste sábado (5), a Rússia por 3 sets a 0 (25/16, 25/22 e 25/22) na cidade de Nagano. São quatro vitórias do time do técnico Renan Dal Zotto e a única invencibilidade na competição.

O Brasil começou a partida com: Bruno, Alan, Lucão, Maurício Souza, Leal e Lucarelli. Thales foi o líbero. Entraram também Felipe Roque, Fernando e Mauricio Borges no decorrer do confronto.

Nas três primeiras rodadas, o Brasil já havia derrotado Canadá, Austrália e Egito. Com a vitória deste sábado, a equipe chega a 12 pontos e lidera a classificação entre as 12 seleções participantes.

O Brasil voltaria à quadra na madrugada deste domingo (no horário de Brasília) para enfrentar o Irã. Seria o quinto e último jogo em Nagano do time nacional. Depois, a equipe seguirá para Hiroshima para outros seis jogos, contra Argentina, Estados Unidos, Tunísia, Polônia, Japão e Itália.

Neste sábado, o maior pontuador foi o oposto Alan, com 18 acertos, sendo 13 de ataque, um de bloqueio e quatro de saque. Bruno, levantador e capitão da seleção, analisou o desempenho da equipe em mais uma vitória.

"Sabíamos das qualidades do time da Rússia, que força muito saque e, como eles erraram muito no primeiro set, isso acabou facilitando um pouco o nosso trabalho. Mas, estávamos com bom volume de jogo, sem errar, sabendo trabalhar o nosso ataque contra um bloqueio tão grande como o russo", afirmou Bruninho.

"No segundo set, o saque começou a entrar, tivemos um pouco mais de dificuldade, mas não perdemos a paciência. No terceiro, estivemos atrás, mas não perdemos a concentração. Eles forçaram o saque, sabendo que era tudo ou nada. E mais uma vez o time se mostrou lúcido e isso é uma qualidade que temos mostrado nesse campeonato", disse o capitão brasileiro.

O técnico Renan também ficou satisfeito com a atuação da equipe. "Hoje (no sábado) o time do Brasil esteve bem em todos os fundamentos. Sacamos muito bem, tivemos poucos erros, o sistema de bloqueio e defesa funcionou bem. Foi uma excelente partida. Saio feliz porque é uma vitória extremamente importante e agora já é pensar no próximo jogo, na partida de amanhã (deste domingo), contra o Irã", analisou.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas