Brasil bate recorde de medalhas e faz seu melhor Pan da história

esportes
10.08.2019, 22:26:00
Atualizado: 10.08.2019, 22:27:14
Bruna Takahashi e equipe ganharam medalha de prata no tênis de mesa (Luis Acosta / AFP)

Brasil bate recorde de medalhas e faz seu melhor Pan da história

País chega a 158 pódios em Lima, um a mais que no Rio-2007

O penúltimo dia de competições no Pan de Lima foi histórico para o Brasil, que quebrou seu recorde de medalhas em uma única edição de Jogos Pan-Americanos. O Brasil já registra 158 medalhas, uma a mais do que na edição que sediou em 2007, no Rio de Janeiro. Em ouros, está empatado: são 52 em Lima, mesmo número de 12 anos atrás.

A medalha que estabeleceu o novo marco saiu do tênis de mesa e foi de prata. Na final feminina por equipes, o Brasil perdeu de Porto Rico por 3x2. Foi o 158ª pódio do país em Lima. Bruna Takahashi, Jéssica Yamada e Caroline Kumahara formaram o trio brasileiro.

O Brasil agora está com 52 ouros, 40 pratas e 66 bronzes. É um bronze a mais que o estabelecido na edição do Rio-2007.

A diferença, no entanto, certamente vai aumentar ainda neste sábado, com as finais da natação. Os Jogos Pan-Americanos de Lima terminam no domingo (11), quando o Brasil também pode conquistar outras medalhas.

Os destaques do Brasil neste sábado na capital peruana foram a vela e o atletismo. Nas águas, os atletas do país conquistaram três medalhas de ouro e fecharam as disputas da modalidade com cinco ao todo. As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze venceram na classe  49er FX e conseguiram a primeira medalhas delas em Pan. Quem também subiu ao pódio foi Bruno Lobo, primeiro lugar na Fórmula Kite; Matheus Dellagnelo, ouro na Sunfish; o trio Cláudio Biekarck, Gunnar Ficker e Isabel Perugini, prata na classe Lightning; e a dupla Juliana Duque e Rafael Britto, bronze na Snipe.

No atletismo, Altobeli Silva dominou a prova dos 3.000m com obstáculos e liderou praticamente de ponta a ponta para ganhar o ouro. Prata para o colombiano Carlos Sanmartin e bronze para o peruano Mario Bazan. Um dos favoritos, o canadense Ryan Smeeton sofreu uma queda e acabou em sexto lugar. “O ouro é melhor. É um sabor diferente. É uma emoção diferente, contagiante. A galera gritando, parecia que eu era peruano. Puxei a prova praticamente 90% do tempo, estava engasgado depois da prata nos 5.000m. Estava faltando esse ouro”, vibrou Altobeli.

O dia também foi dourado nas lutas. No judô, Eduardo Yudy precisou só de 18 segundos para superar o dominicano Medickson Del Orbe com ippon. No caratê, Valéria Kumizaki superou a canadense Kathryn Campbell por 4x1 na final da categoria 52kg.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/girassol-whindersson-nunes-e-priscilla-alcantara-lancam-musica/
A música já está disponível em plataformas digitais
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/carolina-ferraz-diz-que-nao-vai-mais-atuar-em-novelas/
Ela diz que vai continuar atuando em filmes e minisséries
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ufrb-aluno-diz-que-recusou-prova-de-professora-negra-por-questao-de-energia/
Vídeo mostra Danilo com mala e sacola conversando com delegado e professor na Rodoviária de Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/meu-deus-do-ceu-mataram-morador-gravou-morte-de-suspeito-de-assalto/
Comparsa foi agredido; população evitou roubo de carro na Ribeira
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vencedor-do-festival-de-berlim-synonymes-estreia-em-salvador/
Longa-metragem narra história de um soldado israelense que foge para Paris
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/suspense-em-familia-a-moda-de-agatha-christie/
Com três indicações ao Globo de Ouro, Entre Facas e Segredos revive o velho e bom clima de “quem matou?”
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-acusado-de-racismo-tentou-usar-cota-para-entrar-na-ufrb/
Ele teve o pedido negado, mas tentou recurso para conseguir vaga
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/estudante-e-hostilizado-em-residencia-vamos-ver-com-quantos-paus-se-mata-um-racista/
Caso ocorreu na residência universitária onde morava o estudante que se recusou a receber prova de professora negra
Ler Mais