Brasil define quatro duplas do vôlei de praia para Tóquio-2020

esportes
16.10.2019, 17:16:00
(Foto: CBV/Divulgação)

Brasil define quatro duplas do vôlei de praia para Tóquio-2020

Os representantes estão na lista dos 15 melhores do ranking olímpico da FIVB

O Brasil já sabe quais serão seus representantes no vôlei de praia em Tóquio-2020. Entre os homens, os duos Alison/Álvaro Filho (ES/PB) e Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF) estão garantidos matematicamente, assim como Ágatha/Duda (PR/SE) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE) no lado feminino.

A definição das duplas veio após o cancelamento da etapa de Fort Lauderdale do Circuito Mundial. Conforme divulgado pela Federação Internacional de Vôlei (FIVB), até fevereiro de 2020, haverá apenas uma etapa válida – o evento quatro estrelas de Chetumal, no México, em novembro de 2019.

Assim, os quatro times brasileiros não podem ser mais matematicamente alcançados - cada nação só pode ser representada por, no máximo, duas duplas em cada naipe.

Na corrida olímpica masculina, Alison e Álvaro estão em primeiro, com 5.600 pontos na média dos 10 melhores resultados. Logo depois vem Evandro e Bruno Schmidt, com 5.500. Pelo lado feminino, Ágatha e Duda alcançaram 6.320 pontos, enquanto Ana Patrícia e Rebecca asseguraram a segunda vaga, com 6.150 pontos. 

A luta pela vaga em Tóquio-2020 começou em fevereiro e leva em conta os pontos obtidos nas etapas quatro e cinco estrelas do Circuito Mundial, além do Campeonato Mundial, com pesos correspondentes. Os times ainda podem descartar as pontuações mais baixas, somando os 10 melhores resultados obtidos durante a temporada.

Pelas regras da classificação olímpica, cada nação tem quatro formas de garantir vagas nos Jogos de 2020 no vôlei de praia: vencendo o Campeonato Mundial de 2019; sendo finalistas do classificatório olímpico, que será disputado na China, também em 2019; estando entre as 15 melhores duplas do ranking olímpico internacional; vencendo uma das edições da Continental Cup (América do Norte, América do Sul, África, Ásia e Europa). O Japão, país-sede, tem uma dupla em cada naipe já garantida.

Todos os quatro duos estão no top 5 do ranking olímpico da FIVB - que termina em 14 de junho de 2020. Alison/Álvaro é o 3º e Evandro/Bruno Schmidt, o 4º. Entre as mulheres, Ana Patrícia/Rebecca lideram, com Ágatha/Duda em 4º.

Estreantes
Nas duplas brasileiras garantidas para Tóquio-2020, Álvaro Filho, Ana Patrícia, Duda e Rebecca disputarão sua primeira Olimpíada, enquanto os outros quatro já são veteranos nos Jogos.

Alison é quem mais participou: será a terceira vez do atleta na competição, em que obteve medalha de prata em Londres-2012, ao lado de Emanuel, e de ouro no Rio-2016, em parceria com Bruno Schmidt.

Ágatha e Evandro também estiveram presentes nos Jogos Olímpicos realizados no Brasil, com a paranaense ganhando a prata ao lado de Bárbara Seixas. Já Evandro foi eliminado nas oitavas de final, pelo lado masculino, ao lado de Pedro Solberg.

O Brasil é o país com mais medalhas olímpicas no vôlei de praia: são três ouros, sete pratas e três bronzes.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas