Brasil mantém terceiro lugar em ranking da Fifa; Bélgica lidera

esportes
22.10.2020, 12:29:00
Jogadores da seleção comemoram vitória sobre Honduras em 2019 (Jeferson Guareze/AFP)

Brasil mantém terceiro lugar em ranking da Fifa; Bélgica lidera

Atual campeã mundial, a França segue ocupando o 2º lugar na lista da entidade, que será atualizada em novembro

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Poucas alterações foram registradas nas primeiras colocações do ranking da Fifa do mês de outubro, revelado, nesta quinta-feira, pela entidade máxima do futebol. A Bélgica (1.765 pontos) mantém o primeiro lugar, seguida pela França (1.752), enquanto Brasil (1.725), Inglaterra (1.669) e Portugal (1.661) aparecem na sequência.

Espanha (sexta, com 1.639 pontos) e Argentina (oitava, 1.636) subiram uma colocação, superando Uruguai (sétimo, 1637) e Croácia (nona, 1.634), respectivamente. A Colômbia permanece em décimo lugar (1.631).

A seleção dinamarquesa ganhou três posições e surge em 13º lugar, enquanto a holandesa caiu duas colocações e aparece em 15º. A seleção peruana, outra representante do futebol sul-americano, é a 24ª no ranking.

A próxima relação do ranking da Fifa será divulgada na segunda quinzena de novembro, quando serão realizadas duas rodadas da Liga das Nações, fechando a fase de grupos, e duas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar em 2022.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas