Brasil retoma busca pelo ouro olímpico desfalcado de estrelas

esportes
18.01.2020, 12:33:00
Atualizado: 18.01.2020, 12:34:03
Paulinho, do Bayer Leverkusen, é um dos destaques do Brasil (Lucas Figueiredo/CBF)

Brasil retoma busca pelo ouro olímpico desfalcado de estrelas

Seleção estreia contra o Peru

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Atual campeã olímpica, a seleção brasileira inicia no domingo (19), a mais de seis meses da abertura dos Jogos de Tóquio-2020, o caminho em busca de sua segunda medalha de ouro. A equipe treinada pelo técnico André Jardine enfrenta o Peru a partir das 22h30 (de Brasília) na estreia no Pré-Olímpico, na Colômbia, que dará duas vagas para o torneio masculino de futebol no Japão. A competição começa neste sábado (18), com Colômbia x Argentina e Equador x Chile (veja tabela completa no fim do texto).

A competição para atletas até 23 anos se estenderá até o dia 9 de fevereiro e é dividida em dois grupos. O Brasil está no B, ao lado de Paraguai, Bolívia, Uruguai e Peru. A seleção precisa terminar a fase entre os dois primeiros para então ir ao quadrangular final contra os dois melhores do Grupo A, composto por Argentina, Colômbia, Venezuela, Chile e Equador. Então os dois de melhor campanha garantirão vaga entre os 16 participantes do torneio olímpico.

O elenco que está na Colômbia desde quarta-feira não conta com alguns dos principais atletas. Os atacantes Rodrygo e Vinicius Júnior, por exemplo, não foram liberados pelo Real Madrid, mesmo caso do lateral direito Emerson, do Betis. O zagueiro Walce, por sua vez, foi cortado na reta final da preparação na Granja Comary após romper os ligamentos do joelho esquerdo - Ricardo Graça, do Vasco, foi chamado para o lugar do são-paulino.

Apesar disso, Jardine procura não demonstrar preocupação. "Tenho certeza de que a equipe está preparada. Em relação às outras seleções, a nossa é provavelmente a que mais fez amistosos ao longo do ano (passado). Contando o Torneio de Toulon (atual Torneio Maurice Revello), seguramente é a que fez mais jogos", aponta o técnico. Ele ressalta que praticamente todas as seleções participantes do Pré-Olímpico também tiveram problemas para montar seus times.

Jardine comandou um período de dez dias de preparação no CT da seleção, em Teresópolis. As atividades contaram com dois jogos-treino, contra Boavista (vitória por 4 a 0) e Portuguesa-RJ (7 a 0).

"A gente entendeu que neste período de preparação a equipe tinha que ter jogos de um nível um pouquinho inferior, para poder treinar todo mundo e colocar todos no mesmo nível", pontua o treinador.

Artilheiro do time na era Jardine, o atacante Matheus Cunha enfatiza a importância do período de treinos em Teresópolis e garante que o grupo está preparado para buscar a vaga na Olimpíada.

"A gente está se preparando há um bom tempo, desde Toulon, mas neste período tivemos mais tempo de treino. As datas Fifa são períodos curtos e este tempo agora faz com que tenhamos a mesma mentalidade e o mesmo foco", comenta o atacante do RB Leipzig. "A Olimpíada está entre as três competições que um jogador de seleção quer participar, junto com Copa do Mundo e Copa América. Olimpíada a gente tem uma chance só, até por causa da idade. Estamos muito focados".

Tabela da 1ª fase:

1ª rodada
18/1 Equador x Chile | 20h
18/1 Colômbia x Argentina | 22h30
19/1 Uruguai x Paraguai | 20h
19/1 Brasil x Peru | 22h30

2ª rodada
21/1 Chile x Venezuela | 20h
21/1 Colômbia x Equador | 22h30
22/1 Paraguai x Bolívia | 20h
22/1 Brasil x Uruguai | 22h30

3ª rodada
24/1 Venezuela x Equador | 20h
24/1 Chile x Argentina | 22h30
25/1 Bolívia x Uruguai | 20h
25/1 Paraguai x Peru | 22h30

4ª rodada
27/1 Argentina x Equador | 20h
27/1 Colômbia x Venezuela | 22h30
28/1 Peru x Uruguai | 20h
28/1 Brasil x Bolívia | 22h30

5ª rodada
30/1 Venezuela x Argentina | 20h
30/1 Colômbia x Chile | 22h30
31/1 Bolívia x Peru | 20h
31/1 Brasil x Paraguai | 22h30

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas