Brasileiros são vítimas de racismo em clássico da Ucrânia

esportes
10.11.2019, 16:16:20
Atualizado: 10.11.2019, 16:36:44
Taison durante partida do Shakhtar contra o Dínamo de Kiev (Divulgação)

Brasileiros são vítimas de racismo em clássico da Ucrânia

Torcedores do Dínamo de Kiev fizeram cânticos racistas contra Dentinho e Taison, do Shakhtar Donestk; jogo chegou a ser paralisado

Os jogadores brasileiros Dentinho e Taison, ambos do Shakhtar Donetsk foram vítimas de racismo durante o clássico da Ucrânia contra o Dínamo de Kiev, neste domingo (10), em Metalist - mando do Shkathar -, no país europeu. Os jogadores brasileiros, consolados por companheiros e adversários, deixaram o campo chorando, durante partida válida pelo Campeonato Ucraniano.

A torcida do time visitante, que possui um atacante negro, o luxemburguês Gerson Rodrigues, nascido em Portugal, fez muito barulho. Taison revidou os insultos mostrando o dedo médio para os torcedores e chutando uma bola na direção da arquibancada. O jogo foi paralisado pela arbitragem, com concordância de ambos os times. Os atletas do Dínamo foram ao alambrado pedir que os torcedores parassem com os insultos.

Antes do jogo ser retomado, Taison foi expulso pelo gesto obsceno, o que causou uma pequena confusão em campo. Com um gol de Sergiy Krivtsov, a  partida terminou em 1x0 para o Shakhtar, que celebrou muito o resultado. A equipe treinada pelo português Luis Castro, segue na ponta do Ucraniano.

Confira o momento em que Taison se revolta:

Ao final da partida, ao invés da entrevista coletiva, o técnico do Shakhtar fez uma declaração: "Boa noite. Hoje, meus jogadores mais uma vez mostraram seu caráter. Eles mostraram quem são durante a luta. Quero apoiar absolutamente todo mundo que sofre de racismo e aqueles que sofreram hoje. Manifestações de racismo são simplesmente inaceitáveis. Foi, é e será uma vergonha para todos. Juntos, devemos lutar contra isso - todos os dias, a cada minuto e a cada segundo. Obrigado.".

Em seu perfil no Twitter, o Dínamo de Kiev postou uma foto do jogo e a frase "O futebol não é um lugar de racismo" junto à hashtag #NoToRacism.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/chuva-intensa-atinge-salvador-nesta-quarta-feira-22-previsao-de-trovoada/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/saimos-por-questao-de-sobrevivencia-diz-ocupante-do-odorico-pm-serrou-grades/
Após saída de estudantes, viaturas fazem segurança do Odorico Tavares
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pastora-e-cantora-gospel-agride-sogra-de-73-anos-na-frente-de-criancas-video/
Lucimara Pires se justificou dizendo que idosa bateu nela primeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/diggo-de-deus-conheca-o-cantor-que-abandonou-o-futebol-para-viver-de-musica/
Artista é vocalista da Clap Bum, banda que encarta CD no CORREIO desta terça-feira (21)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/nao-conheco-o-homem-com-quem-dormia-diz-influencer-agredida-pelo-namorado/
Anne Sampaio usou a conta do Instagram para denunciar o agressor
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/digital-influencer-usa-instagram-para-denunciar-namorado-por-agressoes/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mesmo-com-prova-mantida-candidatos-temem-cancelamento-de-concurso-da-pm/
Professores propõem que os concurseiros não se deixem abater e continuem focados nas provas
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/poliana-ex-esposa-de-victor-chaves-vive-reclusa-apos-separacao/