Caio Souza vai a 2 finais no Mundial de Ginástica; Nory está fora

esportes
20.10.2021, 14:31:00
Atualizado: 20.10.2021, 14:32:01
Caio Souza e Arthur Nory disputaram as classificatórias nesta quarta-feira (20) (CBG/Divulgação)

Caio Souza vai a 2 finais no Mundial de Ginástica; Nory está fora

Após Rebeca Andrade se classificar para três disputas, Caio brigará por medalhas no individual e nas paralelas

A ginástica artística do Brasil terá mais um representante em finais no Mundial que está acontecendo na cidade de Kitakyushu, no Japão. Um dia depois de Rebeca Andrade se garantir em três disputas por medalhas, nesta quarta-feira (20) foi a vez de Caio Souza, com o encerramento das classificatórias, se classificar para as decisões no individual geral e na barra fixa

A primeira final será a do individual geral, nesta sexta-feira (22), a partir das 6h (de Brasília). No domingo (24), Caio Souza voltará para buscar um pódio na barra fixa.

"Foi uma competição bem diferente do que a gente está acostumado. Não sei bem como foi o andamento, mas no papel estava que iria durar 1h40, isso para a gente é muito rápido. Geralmente demora entre 2h e 2h30. Foi um ritmo muito rápido", disse o brasileiro ao final de sua série.

Mesmo disputando a primeira das quatro subdivisões das classificatórias, Caio Souza havia deixado encaminhada a sua classificação às finais. No individual geral, o brasileiro terminou em 16.° lugar, com 80,598 pontos no somatório - os 24 primeiros avançaram.

Caio Souza terminou em nono na barra fixa com 14,800 pontos - nas finais por aparelhos, apenas os oito primeiros se classificam, mas há um limite de dois atletas por país. Como três ginastas chineses fecharam na faixa de classificação, o brasileiro conseguiu a vaga. O japonês Daiki Hashimoto, campeão olímpico, liderou a disputa.

O ginasta brasileiro ainda tinha chances de classificação em outras duas finais. No salto, porém, terminou em 19.° lugar com 14,083 pontos. Nas argolas, fechou em 13.°, com 14,033) e também não avançou.

Além de Caio Souza, o Brasil estará em outras três finais com Rebeca Andrade. Neste sábado (23), às 4h (de Brasília), a campeã olímpica tenta medalhas no salto e nas barras assimétricas. No domingo (24), às 5h, compete na trave.

Nory não se classifica
Atual campeão mundial na barra fixa, Arthur Nory está fora da briga para repetir o feito obtido em 2019. Nesta quarta-feira (20), o brasileiro cometeu pequenas falhas em sua apresentação e não conseguiu se classificar à final do aparelho no Mundial de Ginástica Artística, que está sendo disputado na cidade de Kitakyushu, no Japão.

Arthur Nory somou 13,766 pontos e ficou bem abaixo da oitava colocação, a última que garantiria uma vaga na decisão da barra fixa. O ginasta brasileiro tinha como meta a classificação para a decisão do Mundial, mas repetiu o resultado dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, no final de julho, e parou nas classificatórias.

"Estou feliz por estar no Japão de novo. Eu treinei muito forte para as Olimpíadas e depois dos Jogos também. Estar aqui foi um desafio. A preparação estava muito boa. Estava focado na barra fixa. Eu cometi um erro no meio da série. Sabia que em Mundiais detalhes definem se você faz a final ou não. Cometi um erro grande. Não caí, o que é bom, mas acontece. É a ginástica", disse Arthur Nory em entrevista coletiva.

O ginasta brasileiro fez uma série mais simples que a de Tóquio-2020 focando em uma melhor execução, mas cometeu falhas e, mesmo depois de um recurso que aumentou a sua nota de dificuldade em 0,3 ponto, ficou fora da zona de classificação.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas