Carvão ativado para os dentes? Especialistas avaliam se é bom ou ruim

bazar
26.09.2018, 08:00:00
Atualizado: 26.09.2018, 12:32:01
O carvão ativado é ingrediente de diversos produtos de beleza (Shutterstock/Reprodução)

Carvão ativado para os dentes? Especialistas avaliam se é bom ou ruim

Presente em diversos cosméticos, produto traz riscos e benefícios

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Ele vai no rosto, no corpo, cabelos e até nos dentes. Se você é fã de produtos de beleza, já deve ter notado: o carvão é o ingrediente da vez. Mas não é aquele usado nos churrascos, e sim o ativado. 

Obtido através da combustão de matérias orgânicas, com a privação do oxigênio e em altas temperaturas, ele tem, de fato, diversos benefícios. Porém, os especialistas alertam: é preciso ter cautela.   

Cadastre seu e-mail e receba novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, tecnologia, bem-estar, pets, decoração e as melhores coisas de Salvador e da Bahia:



Alerta vermelho 
Um dos produtos que mais têm feito sucesso são os clareadores dentais de carvão. E é justamente esse o uso mais perigoso.

“Quando ele tem contato com os dentes durante a escovação - o que muitos fazem acreditando que vão clareá-los -, ocorre abrasão do esmalte.Isso promove o desgaste irreversível dessa estrutura dentária. Sou contra o uso”, garante a cirurgiã dentista Estela Biazotto (@draestelabiazotto). 

A prática, segundo a profissional, ainda pode causar sensibilidade e dor dentinária, além de pigmentar restaurações estéticas. 

Professor do curso de Odontologia da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, o dentista Leonardo Costa também não é a favor do uso da substância. 


“Não existem estudos científicos que comprovem a eficácia do carvão. Ele pode desgastar o esmalte dental, causar cavidades e sérios problemas nos dentes”, alerta Leonardo, que critica o uso irresponsável da internet. “Ela propaga coisas muito boas, porém outras muito ruins. As pessoas precisam se informar, procurar um bom profissional”, recomenda. 

Apesar disso, alguns especialistas apoiam o uso do carvão, alegando que não existem provas concretas de que o produto faça mal. “Por enquanto, sou a favor. Há menos estudos científicos do que eu gostaria, existem controvérsias sobre a abrasividade”, declara o dentista Renato Rosal.

Os benefícios
Se, nos dentes, a eficácia da substância é controversa, quando se trata de pele e cabelos, os profissionais são quase unânimes: faz bem. 

“É muito bom para peles oleosas, porque ele vai absorver a oleosidade e as impurezas - como se fosse um detox”, comenta a dermatologista Daniela Menezes (@danielamenezesdermato). 

Uma dica: após aplicar uma máscara de carvão no rosto ou no corpo, passe outro produto em seguida, como um creme hidratante ou um tônico. “Ele facilita a penetração de outros ativos”, pontua Daniela. 

Nos cabelos, o carvão ativado ajuda a retirar as impurezas do couro cabeludo, deixando os fios mais brilhosos e sedosos. Além disso, ajuda na na prevenção da caspa. 

De acordo com a dermatologista Viviane Boccanera (@vivianeboccaneradermato), a porosidade do carvão permite que ele seja usado para absorver substâncias. No entanto, é preciso ter cuidado com as máscaras pretas de sachê, que prometem tirar os cravos. “Além da remoção  ser superficial, elas podem lesar a epiderme  e causar irritação da pele”, alerta. 

Quer incluir o carvão ativado na rotina de beleza? Confira o garimpo. Para comprar o ingrediente puro, basta ir em farmácias (é vendido em pó ou comprimido) ou mandar manipular.

 

Siga o Bazar nas redes sociais e saiba das novidades de gastronomia, turismo, moda, beleza, decoração e pets:


*Com supervisão da editora Paula Magalhães

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas