Cenas de Carnaval: a beleza negra do Ilê Aiyê

salvador
24.01.2019, 05:00:00
Atualizado: 24.01.2019, 06:18:52
(Luiz Hermano/Arquivo Correio)

Cenas de Carnaval: a beleza negra do Ilê Aiyê

Mais belo dos belos completa 45 anos em 2019

Além dos 40 anos do CORREIO, o ano de 2019 terá outras datas simbólicas a serem registradas. Uma das mais importantes é o marco de 45 anos do Ilê Aiyê. 

Fundado em 1974, o ‘mais belo dos belos’ já nasceu na vanguarda. Um bloco formado só por negros para valorizar a cultura e a influência africana na Bahia e quebrar o elitismo branco que já tomava o Carnaval baiano. Uma proposta ousada.

Aliás, ousadia e vanguarda são duas palavras que combinam bem com o Ilê Aiyê, criado com a bênção de Mãe Hilda e dos orixás pela juventude negra do Curuzu, na Liberdade - maior bairro negro da maior cidade negra fora do continente negro.

Em seu primeiro Carnaval, em 75, o Ilê apresentou Que Bloco É Esse?, música de Paulinho Camafeu que apresenta o ‘Mundo Negro’, tradução de Ilê Aiyê, e apresentou sua Deusa do Ébano, coroada na Noite da Beleza Negra, primeiro e marcante concurso a valorizar a beleza da mulher negra. 

“O Carnaval é o grande momento nosso, de combater o racismo e a discriminação. Um bloco afro, desfilando com negros, e a cidade te esperando, não importa o horário. Conquistar esse espaço, assim como o da saída do Ilê no Curuzu, é muito significativo”, diz Antônio Carlos Santos, o Vovô, presidente e um dos fundadores do afro.

Vovô (mais alto), cofundador do e presidente do Ilê, junto a membros do bloco
Vovô (mais alto), cofundador do e presidente do Ilê, junto a membros do bloco (Antonio Queirós/CORREIO)
(Antonio Queirós/CORREIO)
(Antonio Queirós/CORREIO)
(Evandro Veiga/CORREIO)
Mãe Hilda (centro) na cerimônia na saída do Ilê
Mãe Hilda (centro) na cerimônia na saída do Ilê (Almiro Lopes/CORREIO)
Carnaval de 1976
Carnaval de 1976 (Acervo Ilê Aiyê)
(Antonio Queirós/CORREIO)
(Evandro Veiga/CORREIO)

Durante 13 anos, de 76 a 88, o Ilê trouxe temáticas da África, bem distante do que era comum ao povo baiano. Em 1989, no desfile registrado pelo fotógrafo Luiz Hermano acima, estreou uma temática nacional: Zumbi dos Palmares.

Ao ser questionado sobre aquele ano, Vovô se recorda imediatamente, em depoimento de arrepiar. “Lembro bem. Pedi a nossos cantores para virem desde o Corredor da Vitória cantando nosso tema de Zumbi. Pra só parar quando a cidade estivesse cantando. E foi assim. Quando chegamos no Campo Grande estavam todos cantando. É inesquecível”, conta. Em preto, vermelho, amarelo e branco, o Ilê Aiyê é a Bahia em ritmo, cultura e história.


*Cenas de Carnaval é um oferecimento do Bradesco, com patrocínio do Hapvida e apoio de Claro, Fieb, Salvador Shopping, Vinci Airports e Unijorge.
 


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/de-arrepiar-jovens-percursionistas-fazem-apresentacao-no-centro-historico/
Dança, moda e artes plásticas também fazem parte do Coisas do Sim, do Projeto Axé
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/paraguai-extradita-brasileiro-acusado-de-liderar-contrabando-de-cigarro/
Preso desde março de 2019, Luiz Henrique Boscatto foi entregue à PF na Ponte da Amizade, em Foz do Iguaçu
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/papa-manda-mensagem-as-familias-das-vitimas-de-brumadinho/
Pontífice lembrou 1 ano da tragédia, completado neste sábado (25)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-e-entenda-o-brexit-o-divorcio-do-reino-unido-da-uniao-europeia/
Prazo final para saída dos britânicos do bloco é dia 31 de janeiro
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cena-de-terror-diz-jovem-que-salvou-irma-de-ser-atingida-por-predio-em-narandiba/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lore-improta-e-taby-lancam-nova-musica-pipoca-veja-clipe/
O balé da produção é composto por crianças da periferia de Salvador
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vanessa-da-mata-faz-show-de-novo-disco-na-concha-acustica/
Apresentação acontece neste domingo (26), às 19h, e também relembra sucessos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-que-esperar-de-regina-duarte/