Charles Leclerc perderá 10 posições no grid do GP do Brasil

esportes
15.11.2019, 15:37:00
Charles Leclerc nos boxes da Ferrari (Carl de Souza / AFP)

Charles Leclerc perderá 10 posições no grid do GP do Brasil

Ferrarista usará novo motor

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Charles Leclerc vai perder 10 posições no grid de largada do GP do Brasil de Fórmula 1. O piloto da Ferrari sairá longe da pole position porque será punido por utilizar motor novo no autódromo de Interlagos, em São Paulo, neste fim de semana. A corrida está marcada para as 14h10 de domingo (17).

Pelas regras da Fórmula 1, cada piloto pode usar apenas três motores por temporada. Leclerc, uma das sensações do campeonato, usará o seu quarto. O piloto de 22 anos contará com uma nova unidade de potência por causa dos problemas mecânicos que enfrentou em Austin, na etapa anterior, disputada nos Estados Unidos.

"Charles vai receber uma nova unidade de potência por causa dos danos causados ao seu motor em Austin", explicou Mattia Binotto no início da semana, referindo-se a um vazamento de óleo no carro do piloto de Mônaco. "Lá ele precisou usar um motor antigo e menos potente no sábado e no domingo". Para o chefe de equipe da Ferrari, a perda de posições no grid será compensada pela maior potência do novo motor.

Nos Estados Unidos, Leclerc fez boas exibições nos treinos livres, mas não passou do quarto lugar na corrida. Em solo brasileiro, ele segue na disputa direta com o holandês Max Verstappen pela terceira colocação geral do campeonato. No momento, o piloto da Ferrari soma 249 pontos, contra 235 do rival da Red Bull.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas