Cinco crianças são internadas no HGE vítimas de queimaduras por fogos

salvador
24.06.2017, 11:18:00
Atualizado: 24.06.2017, 15:11:48

Cinco crianças são internadas no HGE vítimas de queimaduras por fogos

Além delas, um adulto de 29 anos também foi atingido no pé esquerdo

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Cinco crianças e um adulto de 29 anos estão internados neste sábado (24) no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador, vítimas de queimaduras provocadas por fogos de artifício.

O caso mais grave é de um menino de 10 anos da cidade de Ichu, no Nordeste do estado, que teve queimaduras no tórax, no rosto e nas duas mãos. Ele foi socorrido pela ambulância da cidade de Ichu, a 178 quilômetros de Salvador, e deu entrada no HGE por volta das 23h desta sexta-feira (23).

A mãe da criança, Valdira Elisia Silva, informou na ocorrência que o filho soltava fogos de artifício no centro do município quando sofreu os ferimentos no corpo. O CORREIO não conseguiu contato com os familiares para saber do estado de saúde do menino, mas o caso está sendo acompanhado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do HGE, que é referência em queimaduras de primeiro, segundo e terceiro graus.

Outras três crianças são de Salvador e uma de Camaçari. Na capital, os casos ocorreram nos bairros do Lobato, com dois irmãos de 6 anos - moradores do Engenho Velho de Brotas - que tiveram queimaduras na barriga e na perna, e no Alto do Coqueirinho, onde uma menina de 6 anos foi queimada no pescoço e na nuca quando soltava fogos de artifício na porta de sua casa. 

Em Camaçari, um menino de 10 anos foi transferido do Hospital Geral de Camaçari (HGC) e deu entrada no HGE às 8h25 da sexta-feira com lesão de queimadura. O local onde ele foi atingido não foi informado pelo posto policial da unidade de saúde. 

Um paciente adulto, Anderson Sales Santos, de 29 anos, também se acidentou ao pisar em uma bomba e queimar o pé esquerdo, na noite de sexta-feira. Ele é morador do Saboeiro e deu entrada no hospital por volta das 23h17.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas