City vence Hoffenheim de virada; Lyon fica com última vaga

esportes
12.12.2018, 19:53:43
Sané e Gabriel Jesus comemoram gol marcado pelo primeiro (Paul Ellis/AFP)

City vence Hoffenheim de virada; Lyon fica com última vaga

Rodada ainda teve a Juventus sendo surpreendida pelo Young Boys

O Manchester City suou mais do que o esperado, mas fez a lição de casa nesta quarta-feira (12) e derrotou o Hoffenheim em casa, de virada, pela última rodada do Grupo F da Liga dos Campeões. Já classificada, a equipe inglesa garantiu a primeira colocação da chave com o triunfo por 2x1. A outra vaga ficou com o Lyon, que arrancou empate por 1x1 com o Shakhtar Donetsk na Ucrânia.

Os resultados deixaram o City na ponta da chave com 13 pontos, seguido pelo Lyon, com oito. Terceiro colocado, o Shakhtar terminou com seis pontos e, como prêmio de consolação, disputará a fase final da Liga Europa. A lanterna ficou mesmo com o Hoffenheim, com três pontos.

Apesar do triunfo do City, o Hoffenheim foi quem começou na frente. Aos 14 minutos, Ederson voou para fazer linda defesa em chute colocado de Kramaric. Na cobrança de escanteio, porém, Laporte atropelou Hubner e o árbitro marcou pênalti. Desta vez, Kramaric levou a melhor sobre o goleiro brasileiro.

O gol levou o City para o ataque, mas o time não exibia a qualidade costumeira. As chances, então, vieram pelo alto, e não foram poucas. Aos 18, Gabriel Jesus recebeu escanteio da esquerda e parou na trave. Dois minutos mais tarde, Stones exigiu grande defesa de Baumann. Aos 33, Joelinton quase marcou contra, acertando o travessão após falta da esquerda.

De tanto insistir, o City chegou ao empate em jogada de bola parada, mas em finalização precisa de Sané, em falta cobrada próxima à meia-lua, nos acréscimos. No segundo tempo, o time voltou a insistir por cima, e Baumann, inspirado, parou Laporte duas vezes na sequência, logo aos três minutos.

Na ânsia de encerrar seu jejum de mais de um mês sem marcar, Jesus foi fominha e perdeu boa chance aos sete, mas aos 10 foi o excesso de preciosismo no passe de Sané que impediu o segundo gol. O alemão se redimiria aos 15, em contra-ataque rápido, quando recebeu de Sterling e finalizou na saída do goleiro para virar e selar o resultado.

Na Ucrânia, o Lyon arrancou o empate necessário para avançar. O Shakhtar até fez a festa de sua torcida e saiu na frente aos 21 minutos, com gol totalmente brasileiro: Ismaily cruzou da esquerda e Junior Moraes finalizou para a rede. Mas, na etapa final, aos 19 minutos, Fekir recebeu de Memphis Depay na entrada da área e colocou no ângulo para marcar o gol da classificação.

Juventus surpreendida
Na Suíça, o Young Boys obteve uma vitória histórica ao derrotar a Juventus por 2x1. O triunfo foi muito comemorado pelos suíços, mas não impediu que o time de Turim avançasse às oitavas de final na primeira colocação do Grupo H, já que o Manchester United perdeu para o Valencia pelo mesmo placar, na Espanha.

Juventus e Manchester United já estavam classificados por antecipação para as oitavas de final, que serão disputadas em fevereiro, mas estava em jogo nesta quarta a ponta da chave. Os italianos terminaram em primeiro, com 12 pontos, seguidos pelos ingleses, com dez. O Valencia, em terceiro, com oito, disputará a Liga Europa, enquanto o Young Boys ficou na lanterna, com quatro.

Em Berna, a Juventus quase nada fez nos primeiros 45 minutos, a não ser por duas boas oportunidades desperdiçadas por Cristiano Ronaldo e Douglas Costa. O time italiano parecia mais preocupado com o clássico de Turim previsto para domingo, pela 16ª rodada do Campeonato Italiano, diante do Torino.

Sem ter nada com isso, o limitado time do Young Boys tomou a iniciativa do jogo, fixou quase todos os seus jogadores de linha no campo da Juventus, pressionou, mas faltava talento para furar a zaga italiana. Mesmo assim, conseguiu abrir o placar aos 30 minutos, em cobrança de pênalti de Guillaume Hoarau. O grandalhão francês bateu no canto esquerdo do goleiro polonês Szczesny, que chegou a tocar na bola.

O técnico Massimiliano Allegri parece ter dado uma tremenda bronca na Juventus, que voltou ligada para a segunda etapa. O time italiano só precisou de um minuto para acertar a trave do goleiro Marco Woelfli, mas a reação parou por aí. A equipe visitante ficou com a posse de bola, mas faltou entusiasmo.

O castigo veio aos 23 minutos, após rápido contra-ataque. Guillaume Hoarau recebeu e bateu colocado para fazer 2x0. O gol foi festejado pela torcida, jogadores e técnico como se valesse um título. Dybala ainda diminuiu aos 35 com um belo chute de pé esquerdo, após jogada de todo o ataque italiano, apesar de a Juventus pouco merecer.

Na Espanha, o Manchester United decepcionou como a Juventus, talvez por também já estar classificado às oitavas. Melhor para o Valencia, que aproveitou e disputará o título da Liga Europa. Soler abriu o placar para o time espanhol, aos 17 minutos do primeiro tempo, em chute cruzado de dentro da área.

Com apenas um minuto do segundo tempo, Phil Jones tentou impedir contra-ataque do adversário e, de carrinho, marcou um gol contra bizarro. Com o jogo praticamente definido, o Manchester descontou já aos 41 minutos, em gol de cabeça de Rashford, mas ficou nisso.

Haja expulsão
Já classificados para as oitavas de final da Liga dos Campeões, Ajax e Bayern de Munique entraram em campo, em Amsterdã, nesta quarta-feira (12) disputando apenas a primeira colocação do Grupo E. Mas, apesar da pouca expectativa para o duelo, os dois times fizeram duelo pegado, num empate por 3x3, que teve duas viradas no placar, duas expulsões e uma "voadora" de Thomas Müller.

A igualdade beneficiou o time alemão, que terminou na primeira colocação da chave, com 14 pontos, contra 12 do Ajax. O Benfica, que já havia garantido a terceira posição e a consequente vaga na Liga Europa, derrotou o AEK Atenas por 1x0, em Lisboa. Os portugueses encerraram sua participação na fase de grupos com sete pontos. O AEK não pontuou.

Com o brasileiro David Neres entre os titulares, o Ajax produziu pouco no primeiro tempo e praticamente só assistiu ao Bayern tentando se impor em campo. A primeira boa chance de gol surgiu aos 11 minutos, quando Gnabry arrancou pelo meio, após erro na saída da defesa, e acertou forte chute. Andre Onana fez grande defesa. 

Apenas um minuto depois, o mesmo Gnabry deu belo passe curto para Lewandowski que, quase na pequena área, só teve o trabalho de bater para as redes. Ainda na etapa inicial, o Bayern perdeu duas boas chances, em sequência, aos 26. Lewandowski e Kimmich foram os responsáveis por desperdiçarem as oportunidades.

No segundo tempo, o Ajax buscou o primeiro empate do placar aos 16 minutos. Após boa troca de passes pela direita, Donny van de Beek cruzou rasteiro na área e Tadic só completou para o gol. Seis minutos depois, Maximilian Woeber foi expulso direto e deixou os anfitriões com um a menos em campo. 

Mas a desvantagem numérica do Ajax durou apenas oito minutos. Num lance pouco usual, Thomas Müller tentou buscar a bola no alto com o pé e acabou acertando uma "voadora" na cabeça do lateral argentino Nicolas Tagliafico, que precisou de atendimento médico em campo aos 29.

A primeira virada no marcador veio aos 35, com uma ajuda do zagueiro Boateng. O jogador do Bayern fez falta boba em Kasper Dolberg e o árbitro anotou o pênalti. Tadic converteu a cobrança

O jogo, então, passou a ganhar um ritmo forte. E, cinco minutos depois, foi a vez do Bayern ter uma penalidade a seu favor. Lewandowski bateu no canto direito do goleiro e decretou o empate, em seu segundo gol na partida. 

O duelo parecia definido. Até que, aos 44, Comán recebeu pela esquerda, sem marcação, teve e tempo suficiente para ajeitar a bola e bater colocado, dando poucas chances ao goleiro Andre Onana. 

Diante dos acréscimos, em razão da lesão sofrida por Tagliafico na "voadora" de Müller, o Ajax aproveitou e cravou o empate aos 49. De volta ao jogo, o próprio argentino mandou para as redes, numa dividida com a zaga na pequena área. 

Pouco antes do apito final, o árbitro quase paralisou o jogo ao registrar objetos sendo lançados no gramado perto dos jogadores do Bayern. O Ajax poderá sofrer punição na fase de mata-mata em razão do episódio. 

Em Lisboa, o Benfica anotou o único gol da vitória sobre o AEK Atenas. Alex Grimaldo balançou as redes somente aos 43 minutos do segundo tempo. Nos instantes finais da partida, Konstantinos Galanopoulos foi expulso de campo e o time grego terminou o duelo com dez jogadores em campo.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/video-mostra-desespero-de-baleado-pela-pm-em-portao-cade-minha-filha-eu-amo-ela/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/o-ultimo-suspiro-foi-no-meu-colo-diz-mae-de-menina-morta-por-padrasto/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/moradores-negam-tiroteio-com-pm-em-portao-desceram-atirando/
Polícia Militar apura ação em jogo de futebol; testemunha relata pânico
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tentativa-de-assalto-a-carro-forte-acaba-em-tiroteio-no-engenho-velho-da-federacao/
'Muitos tiros', diz testemunha de confronto entre bandidos e seguranças
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/povo-de-santo-se-une-e-realiza-atos-de-combate-a-intolerancia-religiosa/
Lagoa do Abaeté e Pedra de Xangô foram os palcos escolhidos
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lutador-brasileiro-do-ufc-salva-adolescente-de-afogamento-nos-eua/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pelo-menos-uma-pessoa-morre-e-duas-ficam-feridas-em-operacao-da-pm-em-portao/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/heroi-da-palestina-veja-por-onde-anda-amilton-tratorista-que-se-recusou-a-demolir-casas/
Dezesseis anos depois, CORREIO mostra como estão ele e as famílias
Ler Mais