Claudia Raia chega a Salvador com Conserto Para Dois, o Musical

entretenimento
06.05.2022, 06:00:00
Jarbas Homem de Mello e Claudia Raia (Beto Oliveira/divulgação)

Claudia Raia chega a Salvador com Conserto Para Dois, o Musical

Na montagem, atriz é dirigida pelo marido, Jarbas Homem de Mello, que também atua

Uma verdadeira maratona nos palcos, numa peça em que apenas dois atores interpretam doze personagens e, para isso, os protagonistas dispõem de, no máximo, dez segundos, para cada troca de roupa. A árdua tarefa cabe a Claudia Raia e Jarbas Homem de Mello, estrelas de Conserto Para Dois, o Musical, que chega ao Teatro Castro Alves nesta sexta-feira (6), para ser apresentada também amanhã e domingo.

A montagem conta a história de amor, encontros e desencontros entre o escritor Ângelo Rinaldi (Jarbas) e a atriz Luna de Palma (Claudia). Separados um do outro, os dois embarcam em um cruzeiro para esquecerem a desilusão amorosa. No meio da viagem, a surpresa: ambos estão no mesmo navio.

Jarbas acumula a função de diretor e é a primeira vez que dirige Claudia, que é sua esposa. “Ela gosta de ser dirigida, gosta da troca que essa dinâmica entre ator e diretor propõe". Ele se diverte com a experiência de interpretar tantos personagens e diz que o público às vezes fica confuso: "Não entendem como só nós dois podemos interpretar todos os personagens da história. Minha mãe, por exemplo, não me reconheceu quando eu estava no palco caracterizado como Dona Socorro (risos)”.

Claudia também cumpre duas funções e é produtora da montagem. Diz que, inicialmente, a peça foi pensada como algo menor: "Foi pensado para turnê. O cenário foi desenvolvido para que pudesse ser transportado e montado com facilidade em vários palcos. Por causa da pandemia, tivemos que adiar a turnê por dois anos”. Mas o cenário foi crescendo, crescendo... "Agora, são dois caminhões enormes para transportar tudo", brinca Jarbas.

O casal conversou com o CORREIO e falou sobre a expectativa de se apresentar no TCA, a experiência de trabalhar junto e a experiência que os dois têm com musicais.

concerto para dois

Claudia Raia também é produtora do espetáculo  (Foto: Beto Oliveira/divulgação)

Claudia, faz diferença ser dirigida pelo marido? Isso cria um amálgama melhor para a fluidez do trabalho ou vocês não deixam que a relação pessoal interfira na profissional?

Claudia: Acho que a diferença não é pelo Jarbas ser meu marido, mas por ele ser o diretor que é. Para mim, que sou uma atriz que adora ser dirigida, é muito bom trabalhar com um diretor que sabe o que quer, que me desafia como atriz. Jarbas não está preocupado em fazer a visão dele prevalecer. O importante para ele é que aquela história seja contada da melhor maneira. Há um espaço de escuta muito grande, há espaço para propor, sugerir.

A trajetória de vocês com musicais e com o teatro é extensa. mas esse tipo de espetáculo talvez lhe exija muito mais. Vale a pena?

Claudia: Claro que vale. Faço musicais há quase 40 anos , não só atuo, como produzo espetáculos. Realmente, é preciso um preparo muito grande para fazer um musical. É a arte dos três cérebros: você tem que ter um cérebro para cantar, outro para dançar e outro para interpretar. E eles precisam estar sempre em harmonia para que tudo funcione da melhor maneira (risos). Eu sempre fui uma grande entusiasta do gênero, tanto que lá nos anos 80 eu apostei nele, mesmo as pessoas falando que não tinha espaço para isso no Brasil. Mas olha só como o mercado do teatro musical está hoje no Brasil!

Jarbas: Um espetáculo como Conserto para Dois, O Musical, então, exige não só que a gente cante, dance e interprete, como requer de nós uma precisão para que as trocas de roupa aconteçam no tempo certo e tudo flua da maneira correta. Se já é difícil você cantar, dançar e interpretar fazendo um personagem, imagina neste caso, em que eu e Claudia interpretamos os 12 personagens? E todos eles são completamente diferentes entre sim: voz, figurino, gestual... É muito especial ver o público embarcando também, e reconhecendo o valor do teatro musical. Isso também faz valer a pena nosso trabalho!

concerto para dois
Jarbas e Claudia vivem 12 personagens (Foto: Beto Oliveira/Divulgação) 

A Globo vai começar a reprisar a novela A Favorita, uma das mais legais da sua carreira. Tem planos pra regressar à telinha?

Claudia: Fiquei muito feliz com a notícia. Eu adoro A Favorita. Donatela é uma personagem muito marcante na minha carreira. Eu consegui assistir à trama toda quando ela entrou no Globoplay. Era nosso programa em casa. Jarbas sofria com tudo que faziam Donatela passar (risos). Ele morria de pena dela (risos). A minha volta à telinha em um projeto inédito ainda não tem data certa, mas estou estudando alguns projetos sim.

Embora apresente um casal num momento conturbado, 'conserto para dois' ainda é uma história de amor. Nos dias em que vivemos, especialmente no Brasil, acha que falar de amor pode servir como sementinha do bem no coração das pessoas?

Claudia: Para mim, o amor nunca sai de moda! Poder contar uma história de amor e divertir o público com ela, fazer o público sonhar, é muito especial. Já queremos que todos se apaixonem pelos personagens e por essa história!

Considerado um dos melhores palcos do país, o Teatro Castro Alves lhe traz boas memórias?

Claudia: Muitas boas memórias. O público baiano é muito caloroso e acolhedor. Eu amo a Bahia, amo Salvador. Estar de volta apresentando um espetáculo é algo que eu nem tenho palavras para descrever. Fazer turnê sempre foi muito especial, é algo que eu adoro. Fazer uma turnê depois de tanto tempo em isolamento social é mais especial ainda.

Conserto Para Dois, o Musical
Data: Sexta e sábdo (6 e 7), 21h; domingo (8), 19h
Local: Teatro Castro Alves
Ingresso: R$ 180 | R$ 90 (filas A a P); R$ 150 | R$ 75 (Q a Z5); R$ 70 | R$ 35 (Z6 a Z11)
Assinantes Clube Correio: 40% de desconto sobre a inteira
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas