Colômbia deixa de ser sede da Copa América; Brasil jogaria lá

esportes
20.05.2021, 23:49:00
Atualizado: 20.05.2021, 23:54:31
O troféu da Copa América (Lucas Figueiredo/CBF)

Colômbia deixa de ser sede da Copa América; Brasil jogaria lá

Torneio teria sede compartilhada entre colombianos e argentinos; Conmebol ainda não anunciou se ficará só na Argentina

A Colômbia não é mais sede da Copa América, que será disputada de 11 de junho a 11 de julho e teria colombianos e argentinos como anfitriões.

Com o país envolto em uma greve geral que já dura 23 dias, protestos violentos e nova alta de casos de coronavírus, o presidente Iván Duque solicitou à Conmebol, nesta quinta-feira (20), o adiamento da competição para novembro, o que foi negado.

A confederação ainda não anunciou se a Argentina se tornará sede única, opção que surge como natural. O plano B, segundo a imprensa colombiana, seria transferir os jogos com sede na Colômbia para o Chile ou o Paraguai.

“Por motivos relacionados ao calendário internacional de competições e à logística do torneio, é impossível transferir a Copa América 2021 para o mês de novembro. A Conmebol agradece o entusiasmo e o compromisso do Presidente da República da Colômbia, Senhor Iván Duque, e seus colaboradores, bem como do Presidente da Federação Colombiana de Futebol, Ramón Jesurún, e sua equipe. É certo que no futuro novos projetos surgirão juntos para o crescimento do futebol colombiano e sul-americano. A Conmebol garante a realização da Copa América 2021 e informará nos próximos dias a realocação das partidas que seriam disputadas na Colômbia”, justifica a Conmebol.

O Brasil está no grupo B, junto com Colômbia, Equador, Peru e Venezuela. É justamente a chave que teria os jogos disputados na Colômbia. A estreia canarinho está marcada para o dia 14 de junho, contra a Venezuela, e seria em Medellín. A seleção brasileira também jogaria em Cali, Barranquilla e Bogotá na primeira fase. A final da competição seria em Barranquilla.

O grupo A tem sede na Argentina, que ficará com o jogo de abertura entre os donos da casa e o Chile, em Buenos Aires. Os outros integrantes do grupo são Bolívia, Paraguai e Uruguai. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas