Com 3 de Mbappé, PSG goleia Barcelona e se aproxima das quartas

esportes
16.02.2021, 19:20:00
Atualizado: 16.02.2021, 19:20:39
Mbappé anotou um hat-trick sobre o Barcelona em pleno Camp Nou (Foto: Lluis Gene/AFP)

Com 3 de Mbappé, PSG goleia Barcelona e se aproxima das quartas

No Camp Nou, time catalão sai na frente com Messi, mas vê show do atacante francês e é derrotado por 4x1

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Sem Neymar, afastado por lesão, o Paris Saint-Germain contou com o talento de Mbappé para abrir ótima vantagem nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa. No Camp Nou, goleou o Barcelona por 4x1, no jogo de ida da série, disputado nesta terça-feira (16). O atacante francês marcou três vezes, com Kean e Messi completando o placar.

Com o resultado, o PSG pode perder por 2 gols de diferença ou mesmo por 3 a 0 em 10 de março, no Parque dos Príncipes, para avançar às quartas de final da Liga dos Campeões. São, assim, grandes as chances de o time parisiense se vingar das eliminações de 2013, 2015 e 2017 no mata-mata da Liga dos Campeões para o Barcelona.

Além de fazer o PSG não sentir a ausência de Neymar, com poucas chances de atuar no duelo de volta, Mbappé ofuscou até mesmo Messi nesta terça. O craque argentino era a esperança do Barcelona, por sua grande fase - eram 9 gols nos últimos 9 jogos e agora são 10 em 10. Mas embora tenha marcado o gol do seu time, em cobrança de pênalti, foi pouco perigoso.

Além disso, viu sua equipe ser novamente pouco competitiva em um grande confronto europeu. Mais bem organizado, o PSG sobrou no segundo tempo, quando marcou três vezes. Aproveitou as falhas da defesa adversária, envolvida em jogadas de velocidade, e aproveitou a ótima atuação de Mbappé para aplicar uma goleada no Camp Nou.

O jogo
O Barcelona foi para o jogo com Dembélé compondo o trio de ataque com Messi e Griezmann, além do retorno de Piqué ao sistema defensivo. Enquanto isso, Icardi e Kean se juntaram a Mbappé no setor ofensivo do PSG.

E o que se viu em campo, com essas formações, foi o time parisiense tendo as primeiras iniciativas de jogo, mas sem conseguir impor uma superioridade clara sobre o Barcelona, que perdeu uma chance com Griezmann aos 13 e conseguiu abrir o placar. Aos 26, a arbitragem entendeu que Kurzawa deslocou De Jong na grande área. Messi bateu alto, no canto esquerdo, para fazer 1x0.

Poderia até ter ampliado com Dembelé, na sequência, não fosse um chute muito fraco do francês. E isso acabou custando caro. Aos 31, Mbappé recebeu passe de Verratti, cortou Lenglet na grande área e bateu de esquerda para igualar o placar. E teve ótimas oportunidades para ir ao intervalo em vantagem, com Mbappé e Kean. Mas também viu Griezmann perder uma chance clara antes do intervalo.

O equilíbrio do primeiro tempo, ainda que marcado pela maior organização do PSG, não se repetiu na etapa final. Pouco criativo, o Barcelona era bastante dependente das jogadas de bola parada, quase todas com Messi, para ter alguma oportunidade Além disso, falhava na defesa e tinha dificuldade para barrar Mbappé.

Tanto que ele finalizou com perigo logo no primeiro minuto e criou a jogada em que Kean fez Ter Stegen trabalhar aos 4. E foi ele que marcou aos 19. Lançado por Paredes, Florenzi cruzou para a área. Piqué cortou, mas só parcialmente. A bola sobrou para o atacante chutar às redes.

Mbappé só não marcou aos 22 por causa da difícil defesa de Ter Stegen, mas voltou a comemorar aos 24. Paredes cobrou falta e Kean cabeceou livre, na entrada da pequena área, para fazer 3x1.

O Barcelona até buscou diminuir a desvantagem e teve uma chance com Dembélé e outra em vacilo de Navas na saída do gol. Mas deu espaços. E o PSG os aproveitou. Aos 39 minutos, Draxler puxou contra-ataque e acionou Mbappé, que bateu, da entrada da grande área, no ângulo, para fechar o placar em 4x1, coroando a sua grande atuação, de três gols.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas