Com 56% dos votos, Guilherme é o 6º eliminado do BBB20

entretenimento
03.03.2020, 23:31:29
Atualizado: 03.03.2020, 23:44:28

Com 56% dos votos, Guilherme é o 6º eliminado do BBB20

Com alta rejeição, Pyong também teve votação expressiva em paredão triplo

Foto: TV Globo

O modelo Guilherme se tornou o sexto eliminado do Big Brother Brasil 20, levando a pior na disputa com Gizelly e Pyong, o qual tinha indicado para concorrer com ele no paredão.

O paredão já prometia ser acirrado, com Pyong pintando como favorito a deixar a casa após polêmicas que envolviam até assédio sexual. No entanto, o público escolheu tirar o modelo, acusado por internautas de manter uma relação abusiva na casa com Gabi. Ele recebeu 56,07% dos votos. Pyong recebeu 43,29%. Gizelly recebeu 0,64%.

"Tem gente que acha que um determinado erro é fatal. Tem gente que olha esse mesmíssimo erro, e fala assim: 'Para mim, nada demais'. As pessoas discutem, conversam... São várias perguntas, são várias respostas", iniciou o apresentador Tiago Leifert no discurso de eliminação.

Em seguida, o apresentador anunciou: "Hoje é o típico Paredão que deixa muito mais pergunta para vocês e para nós, do que respostas".

Após saber do resultado, o modelo foi abraçado pelos colegas de confinamento na sala. Logo depois, os brothers e as sisters se dirigiram ao jardim. "Eu te amo. Força. Seja forte, tá? Sou apaixonado por você. Vou te esperar lá fora. Fica bem. Vai dar tudo certo. Torço muito por você", afirma Guilherme para Gabi. O casal teve uma relação com momentos e altos e baixos na casa.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas