Com aéreos, Medina e Italo avançam às quartas de final em Tóquio

esportes
26.07.2021, 07:28:00
Atualizado: 26.07.2021, 07:28:20
Gabriel Medina foi o primeiro a cair no mar de Tsurigasaki (OLIVIER MORIN / AFP)

Com aéreos, Medina e Italo avançam às quartas de final em Tóquio

Eles derrotaram o australiano Julian Wilson e o neozelandês Billy Stairmand

Os surfistas do Brasil seguem se destacando na praia de Tsurigasaki, no Japão. Gabriel Medina e Italo Ferreira confirmaram o favoritismo em suas baterias e avançaram às quartas de final nos Jogos Olímpicos de Tóquio, na madrugada desta segunda-feira (26), pelo horário de Brasília.

Os dois encararam um mar revolto, bem ao gosto dos seus estilos de surfe, mas com ondas maiores do que na primeira fase da disputa, na noite de sábado, pelo horário de Brasília. Fazendo bonito nos aéreos, eles brilharam. Medina venceu o australiano Julian Wilson por 14,33 a 13,00, enquanto Italo bateu o neozelandês Billy Stairmand com facilidade, por 14,54 a 9,67.

Os dois devem voltar à praia japonesa na noite desta segunda, pelo horário brasileiro. A organização fará chamada para as quartas de final às 19h.

Medina foi o primeiro a cair na água. Enfrentou o rival Julian Wilson, a quem está acostumado a encarar em fases mais avançadas, como semifinais e finais no Circuito Mundial. A disputa foi equilibrada do começo ao fim. O brasileiro liderou durante a maior parte, mas sempre com vantagem pequena.

Apostava nos aéreos, que faziam a diferença. Wilson tentava o mesmo, sem o mesmo resultado. Nos últimos segundos, o australiano deu um susto ao encaixar um aéreo. Precisava de uma nota 8,16 para virar o placar. Mas obteve um 6,83, insuficiente para vencer. O resultado só saiu quando ambos já estavam na areia, à espera dos juízes.

"Estou muito feliz de estar nas quartas. Se Deus quiser, vamos fazer essa dobradinha na final", disse Medina, ao sair da água, em entrevista à TV Globo. O próximo adversário de Medina será o taitiano Michel Bourez, representando a França. Ele avançou ao superar o marroquino Ramzi Boukhiam por 12,43 a 9,40.

Na sequência, Italo Ferreira também fez bonito e garantiu seu lugar nas quartas ao superar o neozelandês Billy Stairmand, que já bateu o americano Kelly Slater no Circuito. O atual campeão mundial fez valer seus recursos, principalmente os aéreos, para vencer por 14,54 a 9,67.

Italo encontrou um mar diferente, com ondas um pouco menores. Mesmo assim, brilhou desde o começo. O brasileiro não chegou a ser ameaçado pelo rival. Obteve a melhor nota, 7,37, para uma onda e confirmou o favoritismo com tranquilidade. Seu adversário nas quartas ainda não foi definido.

Também avançaram nesta segunda o japonês Kanoa Igarashi e o americano Kolohe Andino, que vão se enfrentar nas quartas. Igarashi superou o indiano Rio Waida por 14,00 a 12,00. Andino, por sua vez, surpreendeu ao causar a primeira zebra do surfe olímpico. Ele despachou o havaiano (que defende os EUA) John John Florence por 14,83 a 11,60.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas