Com Ana Marcela, Brasil fica em 4ª lugar no revezamento misto

esportes
18.07.2019, 00:06:04
Ana Marcela, Viviane, Diego e Fernando comemoram resultado no revezamento misto ( Satiro Sodré/rededoesporte.gov.br)

Com Ana Marcela, Brasil fica em 4ª lugar no revezamento misto

Prova no Mundial de Gwangju aconteceu na noite desta quarta-feira (17), no Brasil

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Após conquistar a medalha de ouro na prova individual feminina dos 5km no Mundial de Esportes Aquáticos, na Coreia do Sul, a nadadora Ana Marcela Cunha liderou a equipe brasileira na prova por equipes e alcançou o quarto lugar competindo ao lado de Fernando Ponte, Viviane Jungblut e Diogo Villarinho.

O país completou a prova do revezamento misto em 54min24s5, mais de 25 segundos atrás de Alemanha (ouro), Itália (prata) e Estados Unidos (bronze). A prova foi disputada na baía de Yeosu, na noite desta quarta-feira (17), pelo horário do Brasil - manhã de quinta (18) na Coreia do Sul. No regulamento da disputa, cada um dos quatro nadadores nadou um percurso de 1.250m, totalizando cinco quilômetros.

Nesta quinta à noite (horário no Brasil), Ana Marcela vai disputar a prova dos 25km, na qual é tricampeã mundial (2011, 2015 e 2017). Na primeira prova que fez no Mundial, no sábado, Ana Marcela nadou os 10km e ficou em quinto lugar. O resultado a garantiu na Olimpíada de Tóquio-2020, mas não a deixou satisfeita. 

A distância de 5km, prova na qual ela conquistou o ouro e se tornou a maior medalhista da história da modalidade em mundiais, não faz parte do programa olímpico. Foi a décima medalha de Ana Marcela em Mundiais de Esportes Aquáticos, sendo a quarta de ouro.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas