Com desfalques, Brasil e Uruguai fazem amistoso em Londres

esportes
16.11.2018, 05:00:00
De olho na Copa América, Tite quer iniciar 2019 com o grupo definido para o torneio (Foto: Pedro Martins/Mowa Press)

Com desfalques, Brasil e Uruguai fazem amistoso em Londres

Em clima de mistério, time de Tite entra em campo pela penúltima vez em 2018

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Os últimos caminhos da Seleção Brasileira em 2018 começam a ser percorridos nesta sexta-feira (16). A partir das 17h (horário da Bahia), o time comandado por Tite encara o Uruguai, em amistoso disputado no Emirates Stadium, em Londres. Assim como fez antes do jogo contra a Argentina, no mês passado, o mistério virou a tática de Tite para tentar surpreender os uruguaios. O treinador saiu do costume e não divulgou a escalação que começa o duelo.  

A atitude tem uma justificativa: a Seleção Brasileira está em reta final do processo de escolha do elenco que vai disputar a Copa América, no próximo ano, em solo brasileiro. Por isso, Tite quer aproveitar o momento para fazer experiência com atletas que têm pouca rodagem com a camisa verde e amarela.   

As principais mudanças serão no meio-campo. Assim como Marcelo, Casemiro e Coutinho foram cortados por problemas médicos. No lugar do volante do Real Madrid, o baiano Walace vai para o jogo. Ele foi o único confirmado por Tite entre os titulares. A outra vaga está sendo disputada por Renato Augusto e Paulinho, dois dos pilares de Tite no início do trabalho e remanescentes da Copa do Mundo da Rússia. “Casemiro não vai, então o Walace vai jogar, pois é um jogador da função e foi convocado para isso”, confirmou o técnico. 

“Não vou enrolar. É o momento em que há uma série de modificações, e você acaba oscilando dentro do jogo, porque se mexe muito. Diferente de uma equipe que vinha sendo repetida. Se joga Arthur, Paulinho ou Renato, são características diferentes. Não vou facilitar e quero potencializar o que pode ser surpresa pra outra equipe”, continuou o comandante.

O restante da equipe não deve ser diferente do que Tite tem montado nos últimos jogos. No ataque, Douglas Costa volta a ser titular ao lado de Neymar e Roberto Firmino. 

Rival desfalcado
Se o Brasil vai ter mudanças por ordem médica, no Uruguai a situação não é diferente. Óscar Tabárez tem pelo menos cinco desfalques importantes para o clássico sul-americano. Só no sistema defensivo, Muslera, Coates e Godín estão fora. 

A boa notícia fica por conta do retorno do atacante Suárez. Ele não participou dos amistosos contra Coreia do Sul e Japão, no mês passado. Assim como na Copa da Rússia, o jogador do Barcelona terá Cavani como companheiro de ataque.

Na terça-feira (20) o Brasil entra em campo pela última vez no ano. Também em Londres, a Seleção faz o duelo contra Camarões. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas