Com gols de Dembélé e Messi, Barcelona bate Juventus na Itália

esportes
28.10.2020, 19:33:00
Atualizado: 28.10.2020, 19:33:45
Messi fez gol e deu assistência no duelo contra a Juventus (Foto: Marco Bertorello/AFP)

Com gols de Dembélé e Messi, Barcelona bate Juventus na Itália

Sem Cristiano Ronaldo, com covid-19, Velha Senhora é superada em casa por 2x0; Morata chegou a fazer três gols, mas todos foram anulados por impedimento

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Com boa atuação de Messi, o Barcelona aproveitou a ausência de Cristiano Ronaldo e venceu a Juventus, nesta quarta-feira (28), em Turim, pela segunda rodada do Grupo G pela Liga dos Campeões. No outro duelo da chave, Ferencvaros e Dínamo Kyiv empataram por 2x2.

Com este resultado, o Barcelona soma seis pontos na liderança da chave, enquanto Juventus acumula três. Ferencvaros e Dínamo soma um cada. Na próxima rodada, em 4 de novembro, estão previstos os duelos Barcelona x Dínamo de Kiev e Ferencvaros x Juventus.

O Barcelona apresentou um bom futebol no primeiro tempo. Com jogadores rápidos, sob a orientação de Messi, o time espanhol foi perigoso, diante de uma Juventus que voltou a sentir muito a ausência de Cristiano Ronaldo, ainda afastado por causa do coronavírus.

Com os dois times administrando muito a posse de bola, um lance inesperado poderia quebrar a defesa adversária. E foi o que aconteceu aos 14 minutos, quando Messi deu uma virada de bola sensacional de 60 metros para encontrar Dembele na ponta-direita

O francês partiu em direção ao gol, cortou para a perna direita e bateu forte. A bola desviou em Chiesa e fugiu do alcance do goleiro Szczesny.

As equipes seguiram se revezando no ataque e a Juventus chegou a marcar duas vezes com Morata, mas em ambas o atacante estava em posição de impedimento. O Barcelona seguiu apostando nas jogadas rápidas e quase conseguiu o segundo gol, após linda tabela entre Messi e Griezmann, mas o argentino errou na hora do chute.

No segundo tempo, o jogo permaneceu disputado. Morata teve o terceiro gol anulado por impedimento, enquanto Messi e Greizmann perderam grandes chances para fazer o segundo gol. O destaque foi o garoto Pedri, de 17 anos, titular pela primeira vez no Barcelona em um jogo de Liga dos Campeões. Já a decepção foi Dybala, de quem se esperava uma postura de liderança com a ausência de Cristiano Ronaldo na equipe italiana.

Com o jogo controlado, o Barcelona conseguiu ampliar a vantagem, aos 46 minutos. Ansu Fati sofreu pênalti, muito bem cobrado por Messi, que alcançou os 117 gols na competição. Ele só fica atrás de Cristiano Ronaldo, autor de 130 gols.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas