Com pior início de Francês em 24 anos, Lyon demite Sylvinho

esportes
07.10.2019, 17:03:16
Atualizado: 07.10.2019, 17:12:47
(Foto: Damien LG/Olympique Lyonnais)

Com pior início de Francês em 24 anos, Lyon demite Sylvinho

Ex-auxiliar de Tite, técnico caiu nesta segunda-feira (7)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Durou apenas 11 jogos a passagem de Sylvinho como técnico do Lyon. O clube anunciou nesta segunda-feira (7) a demissão do treinador, ex-auxiliar de Tite na seleção brasileira, que acabou não resistindo ao pior início de campanha da equipe no Campeonato Francês em 24 anos.

Com nove pontos em nove partidas disputadas, o time repetiu o mesmo desempenho amargado pelo clube no começo de sua trajetória na edição 1995/1996 da competição nacional, quando fechou a nona rodada na 11ª posição. Com a mesma pontuação agora em 2019, a equipe ocupa a 14ª colocação do torneio.

A demissão de Sylvinho ocorre um dia depois de o Lyon ter sido superado por 1 a 0 pelo Saint-Étienne, fora de casa. Essa foi a quarta derrota do brasileiro à frente do clube, pelo qual ele também acumulou três vitórias e quatro empates.

Dois dos três triunfos alcançados foram conquistados nas duas primeiras rodadas do Francês, nas quais o técnico chegou a dar a impressão de que poderia ter um futuro promissor no clube ao estrear na competição batendo o Monaco por 3 a 0, como visitante, e depois goleando o Angers por 6 a 0, como mandante.

Entretanto, o Lyon não conseguiu manter o bom momento inicial e hoje está sete pontos atrás do Angers, atual terceiro colocado do torneio nacional e figurando no último posto da zona de classificação à Liga dos Campeões.

O Lyon oficializou a demissão de Sylvinho por meio de um curto comunicado, no qual se limitou a revelar que optou pela rescisão do contrato firmado anteriormente com o treinador e informar que Gérald Baticle ocupará interinamente o cargo enquanto o clube não acertar a contratação de um novo comandante.

O comunicado também destacou que o profissional terá o seu trabalho na função supervisionado por Juninho Pernambucano, ídolo histórico do Lyon como jogador e que hoje é diretor esportivo. Sete vezes campeão francês pela equipe, ele foi apresentado junto com Sylvinho após ter sido contratado para a função neste ano.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas