Com show de Raphinha, Brasil goleia o Uruguai nas Eliminatórias

esportes
14.10.2021, 23:27:00
Atualizado: 14.10.2021, 23:28:54
Jogadores do Brasil comemoram o gol (Lucas Figueiredo/ CBF)

Com show de Raphinha, Brasil goleia o Uruguai nas Eliminatórias

Placar de 4x1 faz Seleção chegar aos 31 pontos na classificação

A Seleção Brasileira já pode começar a planejar a viagem para a Copa do Mundo do Catar, em 2022. Na noite desta quinta-feira (14), os comandados do técnico Tite receberam o Uruguai na Arena Amazônia, em Manaus, e conseguiram uma goleada por 4x1, com gols de Neymar, Gabigol e dois de Raphinha. Com o resultado, o time chegou aos 31 pontos. Nunca na história da competição uma seleção ficou de fora do Mundial com essa pontuação. 

Apesar da liderança isolada na tabela, o Brasil teve uma semana agitada. Após ser criticado pela atuação no empate em 0x0 com a Colômbia, Neymar revelou que a Copa do Catar pode ser a última da sua carreira por causa da pressão psicológica. Defendido por jogadores e comissão técnica, ele mostrou que ainda tem muito oferecer dentro de campo. 

Com apenas 9 minutos, Fred deu lindo lançamento por cima para o camisa 10, que dominou no peito e, sem ângulo, mandou para o fundo da rede do goleiro Muslera. Na comemoração, a tradicional dancinha com Paquetá. 

E nem demorou muito para sair o segundo gol. Aos 17 minutos, em jogada de Paquetá, Neymar recebeu na área e tentou o chute. Muslera espalmou e Raphinha, esperto no lance, apareceu para chutar no gol e ampliar o placar: 2x0. 

Com autoridade em campo, o Brasil não deu chances ao rival. O goleiro Ederson só assistiu nos 45 minutos iniciais. Antes do intervalo, Neymar e Raphinha ainda exigiram boas defesas de Muslera. Jesus, por sua vez, tirou tinta da trave. 

Virou goleada
Depois da chuveirada, a pressão brasileira continuou. Logo nos minutos iniciais, o goleiro Muslera apareceu novamente em finalizações de Gabriel Jesus e Raphinha. Nas duas, espalmou. 

Na terceira tentativa, não teve jeito. Contra-ataque rápido e Neymar tocou de primeira para Raphinha. Em velocidade, o atacante colocou na frente e chutou cruzado para fazer o terceiro aos 12 minutos. 

Dali pra frente, era só continuar o espetáculo. Tite deu chances a jogadores como Gabigol e Everton Ribeiro. Raphinha, melhor em campo, saiu de campo aplaudido pelos mais de 12 mil torcedores que foram ao estádio. 

Aos 32 minutos, deu tempo de Suárez marcar um belo gol de falta e diminuir o prejuízo para os uruguaios. Só que, aos 37, Gabigol recebeu cruzamento de Neymar e mandou de cabeça para fechar a goleada. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas