Com time de garotos, Vitória abre o Baianão contra o Jacobina

e.c. vitória
22.01.2020, 05:01:00
Eron é um dos jogadores mais conhecidos do time B do Vitória (Letícia Martins/EC Vitória)

Com time de garotos, Vitória abre o Baianão contra o Jacobina

Chega de saudade: hoje começa a temporada 2020 do futebol baiano. Veja escalações e detalhes do jogo no Barradão

Se você ficou totalmente ausente do futebol de dezembro até agora, tomará um susto ao ver o Vitória que entra em campo nesta quarta-feira (22), às 19h30, no jogo de abertura do Campeonato Baiano. O adversário é o Jacobina, no Barradão.

Um torcedor regular talvez reconheça quatro ou cinco atletas. O lado bom é que o espectador viverá uma experiência diferente, de descobrir um time totalmente novo – no caso, também na idade. Isso porque o Vitória disputará o estadual com um time de aspirantes, também chamado de transição, B ou sub-23. Na prática, são atletas jovens - a maioria revelada no rubro-negro - que ainda não receberam muitas oportunidades no time principal.

O elenco é um compilado de jogadores das mais diversas categorias do clube. Desde o sub-17, com o volante Figueiredo, caçula da turma, até o meia Nickson, que treina com os adultos desde 2014. Completam o grupo algumas apostas como o zagueiro Dedé e o volante Gabriel Bispo, contratados no ano passado, mas que não tiveram tantas chances na equipe que disputou a Série B.

O time terá o comando de Agnaldo Liz, zagueiro do Vitória na década de 1990 e que já treinou o Leão em 2004. O grupo iniciou a pré-temporada no dia 2 de janeiro. A preparação para o Baiano teve dois jogos-treinos. No primeiro, contra o Jacuipense, há uma semana, o Vitória venceu por 3x1 em casa. No sábado, perdeu do Atlético de Alagoinhas por 1x0 fora.

“Foi um período de muito trabalho. Construímos uma forma de jogar dentro das características dos atletas e do clube. Com os jogos-treinos, conhecemos todos os atletas”, comentou Agnaldo Liz.

Que time é esse?

Na estreia, o técnico do Vitória repetirá a escalação que venceu o Jacuipense. A base é formada por atletas formados na Toca, como Lucas Arcanjo, Wellisson, Nickson, Caíque Souza e Eron. Todos têm experiência de terem atuado na Série B de 2019. Os únicos que nunca atuaram como profissionais são o lateral Gabriel Gomes e o atacante Gabriel Santiago, ambos de 19 anos.

O zagueiro Nuno e o meia Renzo foram contratados já possuem experiência de terem jogado por Avaí e Athletico-PR, clubes pelos quais foram revelados.

O técnico teve um desfalque em relação à equipe que enfrentou o Jacuipense. O atacante Ruan Levine, também revelado no Leão e com experiência na Série B, foi chamado para integrar o time principal diante do Fortaleza, no sábado, pelo Nordestão.

Jacobina confia nos gols do carequinha João Neto, agachado ao centro (Foto: Jacobina EC / Instagram)

João Neto, o carrasco

Ele era dúvida porque sentiu uma lesão na coxa logo no começo do último jogo-treino do Jacobina, contra o Palmeiras local, mas estará no Barradão. Algoz do Vitória no passado, João Neto foi relacionado e deve entrar, mesmo que por alguns minutos, na estreia do Jegue da Chapada no Campeonato Baiano, às 19h30.

O gosto de João Neto, hoje com 34 anos, em marcar em cima do Leão não é novidade. Na final do Baiano de 2011, o atacante comandou o Bahia de Feira com um passe e um gol na virada histórica do Tremendão para cima do rubro-negro, por 2x1, no Barradão, que garantiu o título inédito do clube feirense.

No ano passado, ele voltou a incomodar: fez os dois gols do Atlético de Alagoinhas em outra virada de João Neto para cima do Leão no Barradão. Neste ano, o time mudou para o Jacobina, mas novamente o veterano é o homem de confiança sob comando do técnico Arnaldo Lira.

Prováveis escalações

Vitória: Lucas Arcanjo, Welisson, Dedé, Nuno e Gabriel Gomes; Gabriel Bispo, Renzo e Nickson; Gabriel Santiago, Eron e Caíque Souza. Técnico: Agnaldo Liz.

Jacobina: Matheus, Edcarlos, Iran, Bruno e Deca; Hércules, Elielton e Deivid; Dionísio, Luís Ricardo e João Neto. Técnico: Arnaldo Lira.

Venda de ingressos

Arquibancada (mandante e visitante): R$ 60 / meia R$ 30
Cadeira (só mandante): R$ 100 / R$ 50
Onde comprar: lojas no Barradão e nos shoppings Capemi e Lapa; bilheteria do Barradão; site futebolcard.com

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas