Com volta de Ronaldo, Juventus encara o Ajax na Liga dos Campeões

esportes
10.04.2019, 10:02:00
Atualizado: 10.04.2019, 10:02:24
Recuperado de lesão, Cristiano Ronaldo será titular contra o Ajax na Liga dos Campeões (MARCO BERTORELLO / AFP)

Com volta de Ronaldo, Juventus encara o Ajax na Liga dos Campeões

Na outra partida que fecha a rodada de ida das quartas de final, o Manchester United recebe o Barcelona

Impulsionada pela volta de Cristiano Ronaldo após o astro se recuperar de um estiramento na coxa direita que o deixou de fora dos últimos três jogos do Campeonato Italiano, a Juventus enfrenta o surpreendente Ajax nesta quarta-feira (10), às 16h, em Amsterdã, na Holanda, pelo confronto de ida das quartas de final da Liga dos Campeões.

A confirmação definitiva da presença do português em campo só foi dada na terça (9) pelo técnico Massimiliano Allegri, em entrevista coletiva no local do duelo. "Cristiano treinou bem com a equipe e estará à nossa disposição. A não ser que aconteça algo, ele será titular", afirmou o treinador. "Ele está como sempre, estamos contentes de tê-lo conosco de volta, porque é um jogador muito importante", completou o zagueiro Daniele Rugani.

O atacante se lesionou em jogo da seleção portuguesa contra a Sérvia, no último dia 25 de março, em Lisboa, pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2020, e agora recupera o seu lugar entre os titulares na vaga que vinha sendo ocupada pelo jovem Moise Kean.

Apesar de ter o retorno do craque português, Allegri não poderá contar com o volante turco Emre Can, que tem uma lesão no tornozelo. O zagueiro Chiellini também está fora e será substituído por Rugani. Quem volta é o atacante brasileiro Douglas Costa, recuperado de lesão. E poupado no final de semana, o argentino Paulo Dybala foi relacionado.

"Ter Douglas Costa de volta é importante. Dybala teve uma boa sessão de treinamento nesta manhã. Rugani vai jogar na zaga e essa é uma oportunidade importante para ele. Está feliz com isso", completou Allegri.

Pelo lado do Ajax, o técnico Erik Ten Haag afirmou nesta terça que prefere enfrentar a Juventus com o Cristiano Ronaldo em campo, embora ele seja o principal trunfo da equipe adversária. "Seria bom que Cristiano Ronaldo estivesse presente", disse o treinador, em entrevista coletiva, para depois justificar: "Queremos nos medir contra os melhores".

Já ao comentar sobre a ausência do capitão Chiellini, Ten Haag minimizou o peso das baixas ao elogiar a qualidade do elenco da equipe italiana. "A Juventus vai sentir falta de sua experiência, mas, como todas as equipes de ponta na Europa, tem bons jogadores o suficiente para substituí-lo", disse.

O Ajax chega confiante para enfrentar a Juventus, pois eliminou o atual tricampeão europeu, Real Madrid, de forma surpreendente nas oitavas de final, aplicando uma goleada por 4x1, na Espanha, no confronto de volta do mata-mata. "Realmente mostramos a todo o mundo o que podemos fazer. E com sorte mostraremos de novo contra a Juventus", projetou o meio-campista Frenkie de Jong, de apenas 21 anos, nesta terça.

MANCHESTER UNITED X BARCELONA

Na outra partida que fecha a rodada de ida das quartas de final da Liga dos Campeões nesta quarta-feira, o Manchester United terá o retorno de Marcus Rashford contra o Barcelona, às 16h, no estádio Old Trafford. 

O atacante ficou de fora contra o Wolverhampton, na última quarta, pelo Campeonato Inglês, por uma lesão no tornozelo, mas participou normalmente das atividades com o restante do elenco na terça.

A informação foi dada pelo técnico norueguês Ole Gunnar Solskjaer, que deixou dúvidas sobre outros dois jogadores - o meia espanhol Ander Herrera e o volante sérvio Nemanja Matic - e confirmou três desfalques: o zagueiro marfinense Eric Bailly, o meia equatoriano Antonio Valencia e o atacante chileno Alexis Sánchez.

"Nós ainda temos esperança de Nemanja estar pronto (para o jogo), mas Ander provavelmente não jogará", disse o treinador em entrevista coletiva no Old Trafford. "Já Antonio e Eric estão fora mesmo", continuou.

No Barça, o técnico Ernesto Valverde alertou os jogadores do Barcelona para não deixarem o United imprimir grande velocidade. "Eles têm jogadores muito rápidos. Se deixarmos espaços, vamos sofrer na partida", disse o treinador, também em coletiva no Old Trafford. 

"É claro que eles têm qualidades para nos prejudicar", disse Valverde. "Possuem bom conjunto, bons jogadores e o entusiasmo da torcida. Não podemos perder o controle do jogo." E acrescentou: "Eles mostraram força quando, mesmo com vários desfalques, conseguiram bater o Paris Saint-Germain, na França, por 3x1".

Valverde revelou que ainda tem na cabeça a eliminação do ano passado para a Roma, quando venceu no Camp Nou por 4x1, mas perdeu na capital italiana por 3x0 nas quartas de final. "Vimos a derrota mais como um estímulo do que qualquer outra coisa", disse o treinador.

Desta vez, a decisão pela vaga para a semifinal será na Espanha. "Todos sabemos a importância de fazer gols nesta primeira partida", disse Valverde, que confia em seus jogadores. "Eles sempre responderam nos momentos importantes da temporada, tanto na Liga (Espanhola) como na Liga dos Campeões."

Para Valverde, o duro clássico frente ao Atlético de Madrid, no último sábado, pelo Espanhol, não vai servir de desculpa em caso de derrota. "Tivemos quatro dias de descanso e vencemos uma partida fundamental na Liga. Compensa ter esse déficit físico", ressaltou.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas