Confira as dicas que podem ajudar seu negócio a retomar o crescimento no pós-pandemia

economia
13.07.2020, 06:00:00
Atualizado: 17.07.2020, 23:29:05
Na retomada dos negócios, vale considerar que as plataformas digitais vieram para ficar (Shutterstock/reprodução)

Confira as dicas que podem ajudar seu negócio a retomar o crescimento no pós-pandemia

Como será a retomada no novo mundo?

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A pandemia e o fechamento do comércio criaram uma série de dificuldades para os empresários brasileiros, especialmente, os pequenos e micro empresários que não possuíam sobra de recursos que suportassem os meses parados. Hoje, quando se começa a falar da possibilidade de uma retomada, o CORREIO selecionou dicas importantes para ajudar o empreendedor a encarar os novos tempos.

De acordo com a gerente de Atendimento Individual do Sebrae Bahia Fernanda Gretz, quando se fala em retomada, é preciso que o empreendedor tenha compreensão da nova realidade que a sociedade está vivendo que adeque seu negócio para os novos tempos, especialmente, no que diz respeito ao cumprimento das normas sanitárias estabelecidas pelo município e pelos  órgãos de saúde.

“Assim, ele passará também maior segurança ao cliente, que pretende retornar ao consumo presencial. Mas vale ressaltar que uma parte da clientela ainda terá a preferência pelo consumo remoto”, diz Fernanda, lembrando que é fundamental o empresário manter ou até mesmo implementar ações de vendas online e entregas por delivery, afinal, esse tipo de consumo tem crescido e é uma tendência no Brasil.

Mundo digital

No entanto, para garantir a inserção no mundo digital, não basta apenas criar um site ou se cadastrar nos aplicativos de entrega. É preciso investir na criação dessa loja virtual, garantindo que os clientes navegarão com tranquilidade, terão segurança no pagamento e a certeza do recebimento do produto da forma como foi contratado.

“É preciso entender que a presença digital da empresa não é mais um diferencial, e sim uma necessidade da empresa para buscar novos clientes e até mesmo se manter no atual mercado”, explica Fernanda, destacando que essa migração poderá ocorrer por meio das redes sociais, de um site ou loja virtual da empresa, ou até mesmo utilizando uma plataforma online de marketplace já existente.

A gerente lembra que é importante garantir que o cliente conseguirá encontrar e conhecer a empresa por meio de uma pesquisa nos buscadores de internet ou nas redes sociais.Enquanto se insere no mundo digital, é importante que os empreendedores se capacitem. O próprio Sebrae Bahia realizará a Semana Sebrae Online, que terá como temática “Empresários do Novo Mundo”. A iniciativa é totalmente gratuita, no período de 27 a 31 de Julho. Serão aproximadamente 30 eventos online, em diversos formatos de capacitações e temas que o empresário poderá se inscrever pelo site www.semanasebrae.com.br

Semana Sebrae

Fernanda Gratz destaca duas novidades na programação dessa edição: Cursos nos temas de Marketing Digital e Finanças utilizando a plataforma do Instagram e a realização de Painéis Setoriais para as empresas dos ramos de beleza, moda e alimentação.” As vagas são limitadas e algumas capacitações já estão com grande parte dessas vagas preenchidas. Sendo assim, considero ser bem interessante que o empresário garanta sua inscrição o mais breve possível”, diz, lembrando que existem muitas possibilidades dentro do Sebrae e em outras plataformas para ajudar nessa retomada.

Além da digitalização e capacitação, o outro passo importante é buscar reorganizar o negócio. “Será fundamental uma retomada com cautela, adaptando-se às normas publicadas, conhecendo o novo perfil do cliente e atendendo às atuais necessidades do público, que estará de volta no consumo presencial”, esclarece a gerente.

Apesar de reconhecer os impactos financeiros, Fernanda lembra que sempre que possível, vale evitar quaisquer investimentos sem planejamento e que não tenham sidos cuidadosamente calculados, principalmente para os casos de acesso à crédito. “As ações estratégicas da empresa precisam ainda mais serem analisadas antes de viabilizadas na prática. Importante o empresário avaliar cada passo e decisão na empresa”, orienta.


Cinco dicas são fundamentais para TURBINAR os negócios nos novos tempos:

1) Visão: você precisa ter um negócio que está voltado para o futuro, não para o passado. Lendo como as coisas estão mudando e acompanhando as novas tendências, você está criando um negócio que vai estar em alta demanda daqui a três, cinco, dez anos ou você está criando um negócio que no passado teve uma demanda, mas hoje está morrendo? É preciso ter visão!
 
2) Autenticidade: o seu negócio realmente precisa ser autêntico. Autêntico é quando você faz o que acredita, não aquilo que esperam que você faça. Hoje nós temos um mundo de negócios que tentam ser politicamente corretos e por isso eles não têm personalidade, não têm alma. Você precisa ter um negócio que faz aquilo que acredita mesmo que desagrade uma ou outra pessoa. Porque as pessoas que concordam com você vão ser os fãs que defendem e promovem sua marca.
 
3) Tenha aliados: você não vai vencer essa batalha sozinho. Você precisa de pessoas que estão lutando junto com você e que acreditam que essa é uma luta digna de ser lutada. Por isso, você precisa trazer profissionais que, além de competentes, concordam com sua visão e estão dispostos a ir para batalha junto com você, custe o que custar.
 
4) Experiência: hoje nós vivemos na era da experiência. As pessoas não querem mais comprar produtos ou serviços. Enquanto você tentar falar que seu produto ou serviço é melhor que os demais, você sempre vai estar sendo comparado aos concorrentes. O que você precisa criar e pensar é como seu negócio proporciona experiências em todos os pontos de contato, experiências únicas em todos os pontos de contato com o cliente. Quem oferece a maior experiência vence o jogo!
 
5) Valores: tenha muito claro o que você acredita e o que você não acredita, o que você apoia e o que você não apoia. Viva cada dia e tome cada atitude levando em consideração os valores que toda a sua empresa acredita. Se alguém não gostar durante o processo não se desculpe. Entenda que pessoas têm pontos de vista diferentes, mas nunca se desculpe por quem você é.
 
Fonte: Pedro Superti é especialista em Marketing de Diferenciação e criador do Fator X.
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas