Conheça um Carré de Cordeiro assado com quatro ervas, manteiga e queijo parmesão

só se vê no correio
29.02.2020, 05:00:00

Conheça um Carré de Cordeiro assado com quatro ervas, manteiga e queijo parmesão

Restaurante A Casa Vidal tem cardápio de comida contemporânea com toque espanhol
Carré de Cordeiro com ervas e queijo parmesão: R$ 89, (FOTO:Sora Maia/CORREIO)


A intenção inicial era provar os novos pratos do cardápio d’A Casa Vidal, criados desde que o casal Juan e Viviane Vidal levou sua cozinha afetiva para outro endereço, no Caminho das Árvores.

Mas quem conseguiu?

Diante do Carré de Cordeiro assado em ervas foi difícil aventurar-se em novas degustações.

Como não sucumbir à lembrança da carne macia e rosada, temperada apenas com sal, pimenta e, depois, finalizada com uma generosa pasta feita com tomilho, manjericão, hortelã, salsa, manteiga e queijo parmesão? O paladar vai se deparando, a cada porção, com a crosta de múltiplos sabores.

O acompanhamento do prato, antes um risoto de funghi, agora é cuscuz marroquino, levemente adocicado pela uva passa e pelo damasco. Ficou leve, mas deu saudade do cogumelo.
 

Torres de camarões em base de batata rösti:R$ 89, (FOTO: Sora Maia/CORREIO)


Tanta atenção ao prato principal, e a entrada - uma torre de camarões - veio depois, subvertendo a ordem do serviço de um menu clássico. Quem se importa - a nobre costeleta era a vedete. Foi pedida na hora da primeira fome, quando se come também desejo e, portanto, se tem maior prazer.

Mas a entrada tem muito charme e sabor. São camarões enfileirados em uma base de batata rösti, que é temperada com azeite de chorizo, sal e raspas de limão e é frita -  o que faz o cream cheese do recheio derreter. A cereja do bolo, no entanto, é o crispi da cabeça do camarão - atenção, não é enfeite, é pra comer - resultado da atitude do chef em não desperdiçar nada do alimento. É indescritível, pode virar fácil, fácil tira-gosto de primeira com nome e sobrenome no cardápio.

A restaurateur Viviane Vidal, que cuida de muita coisa, mas adora paparicar os clientes no salão, apresentou um drink enquanto a sobremesa era preparada pelo marido. De sabor cítrico - é bom misturar se vier excessivamente ácido -, a bebida tem coloração amarela, que é ressaltada no ambiente pela iluminação especial. “Tudo nos leva para essa cor: é luz, é sol, traz aconchego”, diz ela.

Drink cítrico e refrescante: R$ 30, (FOTO: Sora Maia/CORREIO)

Tem mesmo clima de namoro no ar, incentivado pelo casal proprietário, que não economiza no romantismo.  O encontro dos dois na cozinha de um hotel de Londres, em 2005, é contado no cardápio. “Ele espanhol, ela baiana. Ele de câncer, ela de áries. Ele cozinha, ela prova (...)”. Dois anos depois estavam casados, e em 2014 abriram o restaurante. 
 
O ambiente, então, é preparado para acolher bem os enamorados. O salão é pequeno, cabem apenas 20 mesas, mas a acústica bem calculada impede que se ouça o murmúrio das mesas vizinhas. O cuidado com o som segue até a cozinha.

A casa abriga ainda outros espaços. Um deles funciona como bar e drinks para a espera, pois o salão é concorrido; é preciso fazer reserva. Para esse semestre, o casal aposta em mais um serviço: lugar confortável para reuniões com privacidade, capacidade para até 25 pessoas e valor individual de R$ 250, com tudo incluído, até água mineral e sobremesa.

O sabor doce do pudim é suavisado com frutas azedinhas: R$ 28, (FOTO: Sora Maia/CORREIO)

E por falar nela, escolhemos o Pudim de Mami, de leite condensado, queijo fresco e frutas. É receita da mãe do chef para finalizar a noite no mesmo clima de afeto. 

A Casa Vidal
Alameda das Cajazeiras, 417, Caminho das Árvores. Whatsapp: (71) 99315-5052. Func.: seg, ter e qua: 19h/23h; qui, sex e sáb.: 19h/0h; Dom fecha  @acasavidal


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas