Contra Zâmbia, Marta pode se tornar artilheira da história nas Olimpíadas

esportes
26.07.2021, 20:48:00
Atualizado: 26.07.2021, 20:48:17
Marta comemora gol de pênalti contra a Holanda (Foto: Sam Robles/CBF)

Contra Zâmbia, Marta pode se tornar artilheira da história nas Olimpíadas

Camisa 10 deve entrar em campo no decorrer da partida; veja lista da artilharia nos Jogos

Marta não deve ser titular na partida do Brasil contra a Zâmbia, último compromisso da seleção na fase de grupos da Olimpíada de Tóquio. Bastando um ponto para o Brasil se classificar sem depender de ninguém, a técnica Pia Sundhage já afirmou que vai poupar algumas jogadoras, de olho nas quartas de final.

Mas, caso entre em campo, a Rainha pode se tornar a maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos. A camisa 10 já conquistou, no Japão, o recorde de jogadora que marcou gols em mais edições dos Jogos: cinco. Contra a seleção africana, ela pode ir além e se tornar a maior artilheira da história do futebol olímpico - entre homens e mulheres. Veja lista completa em galeria no final da matéria

Atualmente com 13 gols, 3 na atual edição, Marta está igualada com o dinamarquês Sophus Nielson e o húngaro Antal Dunais, que detêm os maiores números entre os homens, e está a apenas um gol de igualar a compatriota Cristiane. 

Cris, que está de fora dos Jogos, marcou 14 gols ao todo. Dada a fragilidade defensiva da Zâmbia, que levou 14 gols em dois jogos, não é de se estranhar que a Rainha coloque mais um recorde na sua conta - uma injeção de ânimo interessante para seguir nos Jogos e buscar a cobiçada medalha de ouro, ainda inédita para o Brasil.

- Artilharia histórica (mulheres e homens)
1ª Cristiane (Brasil): 14 gols
2ª Marta (Brasil), Sophus Nielsen (Dinamarca) e Antal Dunai (Hungria): 13 gols
3ª Christine Sinclair (Canadá) e Ferenc Bene (Hungria): 12 gols

Com 14 gols, Cris é a maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos
Com 14 gols, Cris é a maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos (Foto: Assessoria/CBF)
Rainha Marta tenta buscar o recorde da amiga Cristiane. Atualmente, tem 13 gols
Rainha Marta tenta buscar o recorde da amiga Cristiane. Atualmente, tem 13 gols (Foto: Sam Robles/CBF)
Bicampeão olímpico pela Hungria nos jogos de Tóquio-1964 e México-1968, ainda levou a prata nas olimpíadas de Munique-1972. Junto a Nielsen, é o maior artilheiro das olimpíadas entre os homens, ambos com 13 gols.
Bicampeão olímpico pela Hungria nos jogos de Tóquio-1964 e México-1968, ainda levou a prata nas olimpíadas de Munique-1972. Junto a Nielsen, é o maior artilheiro das olimpíadas entre os homens, ambos com 13 gols. (Foto: Reprodução)
Prata olímpico com a Dinamarca nos jogos de Londres-1908 e Estocolmo-1912, Sophus Nielsen foi o primeiro na história a marcar 10 gols por sua seleção. Isso mesmo: contra a França, na vitória dinamarquesa por 17x1, ele marcou 10 vezes.
Prata olímpico com a Dinamarca nos jogos de Londres-1908 e Estocolmo-1912, Sophus Nielsen foi o primeiro na história a marcar 10 gols por sua seleção. Isso mesmo: contra a França, na vitória dinamarquesa por 17x1, ele marcou 10 vezes. (Foto: Reprodução)
Veterana de 38 anos, a canadense Christine Sinclair é a jogadora que mais gols marcou por uma seleção de futebol, com 185. 12 deles nas Olimpíadas.
Veterana de 38 anos, a canadense Christine Sinclair é a jogadora que mais gols marcou por uma seleção de futebol, com 185. 12 deles nas Olimpíadas. (Foto: Getty Images)
Eleita a melhor do mundo por três vezes (2003 a 2005), foi bronze olímpica também em três oportunidades. É considerada uma das maiores jogadoras da história e foi uma grande rival de Marta dentro dos campos
Eleita a melhor do mundo por três vezes (2003 a 2005), foi bronze olímpica também em três oportunidades. É considerada uma das maiores jogadoras da história e foi uma grande rival de Marta dentro dos campos (Foto: AFP)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas