'Copa América é principal foco a partir de agora', diz Edu Gaspar

esportes
07.07.2018, 09:58:00
Atualizado: 07.07.2018, 15:21:20
Coordenador da seleção brasileira, Edu Gaspar fala sobre foco na Copa América de 2019 (MANAN VATSYAYANA/ AFP)

'Copa América é principal foco a partir de agora', diz Edu Gaspar

Coordenador ainda defendeu Neymar: '

Coordenador da seleção brasileira, Edu Gaspar concedeu entrevista coletiva na manhã desta sábado (7), dia em que a delegação verde e amarela deixa a Rússia, após a eliminação da Copa do Mundo. Apesar da derrota por 2x1 para a Bélgica nas quartas de final, ele avalia que a mensagem deixada para o povo brasileiro é positiva. 

"Foi um orgulho muito grande estar à frente da seleção brasileira, representando nosso país, e a forma como conduzimos todas as situações. Todos os momentos em que estivemos juntos, atletas, comissão técnica, foram essenciais as conduções. Como o Tite falou na coletiva, foi feito todo o possível para deixar a mensagem que estamos deixando, independentemente do resultado, a gente deixa uma mensagem ao povo, a responsabilidade perante ao esporte, à seleção brasileira. Saímos de pé. Obviamente queríamos seguir mais, mas deixamos uma mensagem de orgulho", disse. 

Gaspar não informou quando o futuro da comissão técnica será definida, mas disse que ele dará início às conversas junto à CBF. Em coletiva concedida na sexta-feira (6), Tite não quis falar sobre sua permanência no cargo de treinador. 

"Provavelmente devo ser o primeiro a estar na CBF, antes da comissão técnica. Vou conversar com todos os envolvidos. Depois, a gente começa a estabelecer planejamento e a conversar sobre futuro. Estou louco para estar com minha família, o pessoal que me fortalece. Depois vamos ver os próximos passos. Vamos entender todo o contexto e as necessidades. Pouco a pouco vamos tomando as decisões", afirmou Edu Gaspas. 

"Não podemos ser demagogos e não dizer que não estamos orgulhosos. É um cargo lindo, o do Tite. É maravilhoso. Mas hoje responder esse tipo de pergunta é humanamente impossível. Não posso ser tendencioso, preciso ser claro e objetivo. A gente quer esperar um pouco mais para tomar as melhores decisões", acrescentou o coordenador.

Quando questionado se o trabalho dele na Seleção seguirá em conjunto com o do técnico Tite, Edu Gaspar afirma que essa decisão ainda não foi tomada. "Já estamos há um bom tempo juntos, e um ajuda muito o outro. A equipe que foi formada foi de altíssimo nível. Uma equipe que se encaixa em todos os sentidos. Temos um lado humano muito aflorado, de familiares, amigos. Mas nossa carreira é distinta, ele é um treinador, eu sou um coordenador, o Cléber é auxiliar, o Sylvinho é auxiliar. Nossos cargos são diferentes. Juntou-se uma forte comissão técnica, mas a resposta é a mesma da passada: temos que nos sentar de novo. Creio que vamos ter nosso tempo, nosso momento de reflexão, para tomar os próximos passos. Se vai ser em conjunto ou não, vai do momento e de resolver da melhor forma possível", disse o coordenador. 

Apesar da incerteza sobre a permanência da atual comissão técnica, Edu Gaspar confirmou que manterá o planejamento feito para o pós Copa. A equipe verde e amarela já tem um amistoso confirmado contra os Estados Unidos em setembro. "De outubro também estamos negociando. Estamos encaminhando alguns jogos até março de 2019 para dar sequência no trabalho, como preparação para a Copa América, principal foco a partir de agora", projetou.

Neymar
Edu Gaspar ainda usou a entrevista para defender Neymar. "Se dá um sorriso, é criticado, se chora, é criticado. Se não dá entrevista, é criticado e elogiado. Não é facil ser Neymar. É difícil estar na pele dele em alguns momentos. Foi o atleta que menos reivindicou alguma coisa. Não fez pedidos especiais e cumpriu com todas as normas da delegação", garantiu o coordenador, que complementou:

"É um menino. Menino, não. Deixou de ser menino, é um atleta que merece meu elogio por passar pelo o que passou.  As pessoas esquecem o que o tempo que ele ficou parado, tudo o que fez para ter boas condições de jogar a Copa do Mundo. Treinou apenas três semanas sem problema clínico, fez apenas dois amistosos antes da estreia. Se não fosse o Neymar, não sei se algum outro atleta atingiria o nível dele", disse.


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/ministerio-publico-fara-pericia-em-barragens-de-pedro-alexandre-e-coronel-joao-sa/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/cadeirante-pega-ponga-em-busu-perde-o-controle-e-cai-em-avenida-veja-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/padre-marcelo-rossi-sobre-empurrao-fui-salvo-foi-um-milagre/
Sacerdote foi agredido enquanto presidia uma missa no último domingo (14)
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gravado-em-salvador-dvd-de-luan-santana-sera-lancado-no-globoplay/
Álbum estará disponível na integra no dia 23 de agosto
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/gravida-e-transferida-de-helicoptero-em-cidade-onde-barragem-rompeu-na-ba-video/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/volante-do-atletico-mg-se-aposenta-aos-32-por-problemas-cardiacos/
Adílson teve cardiomiopatia hipertrófica diagnosticada em exames de rotina
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/banda-agentes-do-metro-anima-publico-nas-estacoes-de-salvador-assista/
Composto por seguranças que são músicos, grupo faz sucesso
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/mam-reabre-suas-portas-com-novos-espacos-que-integram-programacoes/
Investimento no complexo cultural foi de R$15 milhões durante os seis anos de reforma
Ler Mais