Coronavírus: Edição 2020 do Salão do Livro de Paris é cancelada

entretenimento
02.03.2020, 16:23:00
Atualizado: 02.03.2020, 16:23:08
Os funcionários do Museu do Louvre usaram de seu direito de não trabalhar em caso de perigo (Thomas SAMSON / AFP)

Coronavírus: Edição 2020 do Salão do Livro de Paris é cancelada

Evento é um das maiores festas literárias mundiais; Nesta segunda, o Museu do Louvre ficou fechado pelo segundo dia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Salão do Livro de Paris, principal feira do gênero na França e realizado anualmente na capital do país, foi cancelado devido às medidas adotadas pelo governo francês no sábado, dia 29, para evitar a disseminação do coronavírus. A informação foi dada pelo sindicato dos editores, em comunicado.

"Seguindo a decisão do governo de proibir eventos com mais de 5 mil pessoas em um espaço fechado, é com pesar que cancelamos a edição de 2020 do Salão do Livro de Paris", disseram os editores A 40ª edição da feira seria realizada entre os dias 20 e 23 de março e receberia editores e escritores de diversos países. Até agora, o coronavírus matou duas pessoas na França e infectou cerca de 130.

A Feira do Livro Infantil de Bolonha, Itália, que também seria realizada em março, foi adiada para maio. Ela está prevista para ser realizada entre os dias 5 e 7. Já a Feira do Livro de Londres, que é ainda maior que o Salão do Livro de Paris, e que está marcada para os dias 10, 11 e 12 de março, ainda está mantida. Os organizadores dizem que estão acompanhando a situação e, dependendo do que as autoridades de saúde disserem, o evento pode ser cancelado ou mantido.

Louvre

O Museu do Louvre, um dos principais pontos turísticos de Paris, voltou a ficar fechado nesta segunda-feira, 2, pelo segundo dia, porque os funcionários usaram de seu direito de não trabalhar em caso de perigo. Eles votaram de forma unânime por não trabalhar Museu mais popular do mundo, o Louvre recebeu 9,6 milhões de visitantes em 2019.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas