Cortejo Afro sai do Pelô e leva ensaios para o Rio Vermelho

entretenimento
17.05.2022, 18:16:14
Cortejo Afro (divulgação)

Cortejo Afro sai do Pelô e leva ensaios para o Rio Vermelho

Estreia do novo projeto começa nesta sexta (20) e segue até dia 17 de junho, na Casa Rosa

O Cortejo Afro vai mudar o local dos seus ensaios. Agora, os shows que aconteciam no Pelourinho passam a ser realizados no Rio Vermelho pelo projeto Cortejo Afro na Casa Rosa, que começa nesta sexta (20), às 21h. O evento segue todas as sextas até dia 17 de junho.

Os shows ocorrerão no Pátio Viração, onde o público sentirá a batida percussiva da Banda Cortejo Afro recebendo a brisa do mar do Rio Vermelho. Os comes e bebes ficam por conta do Puxadinho Larribar. Os ingressos custarão R$ 80 | R$ 40, e estão à venda pelo Sympla ou na bilheteira da Casa Rosa (Praça Colombo, 106, Rio Vermelho)

A Banda Cortejo Afro traz uma batida percussiva com uma mistura de ritmos africanos mesclados às batidas eletrônicas e ao pop, intitulada de “revolução musical afro-baiana”. Criada em 2 de julho de 1998, na comunidade de Pirajá a banda surgiu sob a inspiração e orientação espiritual da Yalorixá Anizia da Rocha Pitta, Mãe Santinha, atestando toda a sua identidade, autenticidade e força.

O público encontrará a programação da Casa Rosa em suas redes sociais (@casarosasalvador) e no site www.casarosasalvador.com.br. Além disso, estão disponíveis no canal Youtube os projetos realizados durante a pandemia, como: Sarau da Casa Rosa, Exposição Benção, Exposição Cartas D’Água e Resenhando na Casa Rosa.

Serviço: Cortejo Afro na Casa Rosa | De 20 de maio a 17 de junho, sextas-feiras, às 21h. | Ingressos: R$ 80 / R$ 40, à venda no Sympla  - obrigatório apresentar o comprovante de vacinação

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas