CR7 marca no fim, e Juventus empata com Milan na Copa da Itália

esportes
13.02.2020, 19:12:00
Atualizado: 13.02.2020, 19:17:52
Voleio de Cristiano Ronaldo originou pênalti para a Juventus (Isabella Bonotto/ AFP)

CR7 marca no fim, e Juventus empata com Milan na Copa da Itália

Assista aos gols

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A Juventus arrancou um empate, por 1 a 1, diante do Milan, nesta quinta-feira, no San Siro, em Milão, pelo jogo de ida das semifinais da Copa da Itália. O jogo de volta está previsto para dia 4 de março, em Turim.

O vencedor deste duelo vai enfrentar na decisão o ganhador entre Napoli e Internazionale. No primeiro jogo, em Milão, os napolitanos venceram por 1 a 0. A segunda partida será dia 5 de março, em Nápoles.

O primeiro tempo de Milan x Juventus foi marcado pela intensa marcação das equipes. Cada espaço foi disputado com muita vontade e determinação pelos jogadores, o que não deu muitas oportunidades para os atacantes.

Cristiano Ronaldo e Ibrahimovic pouco produziram. O sueco chegou a se irritar com a presença constante do zagueiro holandês De Ligt e acabou recebendo o cartão amarelo, após deixar o braço na cara do rival em uma disputa de bola pelo alto.

O destaque dos primeiros 45 minutos foram os goleiros. Aos 42 anos, Buffon fez duas defesas sensacionais pelo lado da Juventus, enquanto o milanês Donnarumma evitou um belo gol do colombiano Quadrado.

No segundo tempo, o Milan veio mais agressivo e a Juventus adotou uma postura mais de contra-ataque. Ibrahimovic forçou Buffon a mais uma bela defesa, aos seis minutos.

A pressão da equipe da casa era forte e o gol saiu aos 16 minutos. Castillejo cruzou da direita e Rebic se antecipou para tocar sem deixar a bola quicar no gramado.

A impressão era de que o Milan poderia aumentar a vantagem, mas o time ficou com dez jogadores quando francês Hernandez pisou forte no pé de Dybala.

Mesmo assim, o jogo permaneceu sob domínio do Milan, mas Cristiano Ronaldo, apagado durante todo o jogo, surgiu aos 45 minutos. Lançamento na área, o português tentou uma virada e a bola bateu no braço de Calabria.

Com a ajuda do VAR, o árbitro marcou pênalti, que o próprio Cristiano Ronaldo bateu no centro do gol para garantir o importante empate do time visitante.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas