Cruz das Almas terá quatro dias de festa no São João

entretenimento
05.06.2019, 05:55:00
Praça Multiuso recebe shows de artistas locais a partir das 16h (Paulo Galvão Filho/Ascom/Divulgação)

Cruz das Almas terá quatro dias de festa no São João

Localizado a cerca de duas horas de Salvador, município é um dos destinos mais procurados no período

Onde você vai passar o São João? Essa provavelmente é a pergunta mais feita pelos baianos nos últimos dias. E, se depender dos cruzalmenses, a resposta é óbvia: Cruz das Almas. O município, que fica no recôncavo baiano, a cerca de 150 km de Salvador, é a segunda parada da série São João na Estrada.

Desde o último sábado, a caravana do CORREIO já passou por Amargosa e agora Cruz das Almas. Convidamos você, leitor, a mergulhar conosco nos preparativos para a festa em mais três cidades: Mucugê (sábado), Santo Antônio de Jesus (dia 12) e Senhor do Bonfim (dia 15). Lembrando que as dicas não param aqui. Na redes sociais, tem conteúdo extra, e nas redes sociais é só marcar a hashtag #chegandojuntonointerior.

Decoração já está pronta em Cruz das Almas
(Foto: Paulo Galvão Filho/Ascom/Divulgação)

A ideia é trazer dicas e roteiros completos para quem está  contando os dias para a chegada dos festejos juninos. E  também fortalecer uma das maiores tradições culturais do Nordeste, que sempre esteve presente na cobertura  do jornal em seus 40 anos. 

Segunda parada
Localizada a aproximadamente duas horas de carro ou ônibus de Salvador, Cruz das Almas é um dos destinos mais procurados para o São João. “A cidade adquiri  uma alegria muito especial nesse período”, resume a professora Ana Cristina Pereira, 47 anos. 

Ela mora na capital baiana e todo ano volta para a cidade natal.

“O São João mexe com os sentimentos identitários mais profundos do povo de Cruz. Temos orgulho do nosso São João. Enlouqueço falando desse assunto”, revela a cruzalmense. 

O que ela mais gosta é da tradicional queima de fogos, principalmente as espadas e a fogueira. “Ainda que esteja em vigor um decreto proibindo tocar espadas, as pessoas continuam tocando. Gosto de tudo: da arrumação das ruas, de sair de casa em casa pra confraternizar degustando comidas típicas, forró, etc” conta Ana.

Cidade respira o clima junino
(Foto: Divulgação)

Todo ano ela leva uma caravana de amigos para ficar na casa de sua mãe . “Esse ano vão duas, três... Nem todo mundo confirmou ainda. Quer ir?”, convida a repórter, brincando.

A hospitalidade, aliás, é um dos símbolos fortes dos cidadãos do município. Além de ser conhecida pela tradicional queima de espadas, proibida desde 2011 (leia mais abaixo), Cruz das Almas é frequentemente eleita como uma das dez melhores cidades do Nordeste para curtir o São João.

A festa oficial tem quatro dias de programação. Mas os festejos juninos já começaram desde o dia 31, com a festa Esperado São João, na Rua Rio Branco. No dia 1º, a cidade abriu o mês de junho com o tradicional Arrasta-pé Cultural, com concentração na Praça dos Artífices.

Arrasta-pé Cultural Junino: cortejo e as entidades participantes saíram da Praça dos Artífices e seguiram até a Praça Senador Temístocles
(Foto: Divulgação)

Gratuita, a festa municipal vai dos dias 21 a 24 e se destaca pelas atrações noturnas e pelas opções diurnas para toda família. Fora a programação oficial, os festejos continuam nas casas, ruas e bares. Ou seja, é festa 24 horas por dia.

Tudo começa às 8h da manhã com um arraial no circuito Oton Silva, na Praça Senador Temístocles, com quadrilha, bumba meu boi e casamento na roça.

(Foto: Paulo Galvão Filho/Ascom/Divulgação)

Além das apresentações culturais, a principal praça da cidade recebe também a Festa da Agricultura Familiar. São quase 100 barracas comercializando produtos locais, como laranja, sequilhos, biscoitos e licores, principalmente de maracujá e jenipapo. Também acontece lá o Festival Gastronômico.

À tarde, a partir das 16h, os shows acontecem  na Praça Multiuso, onde se apresentam artistas locais. “É um espaço ornamentado, bacana para todas as idades”, destaca o prefeito Orlando Peixoto Filho (PT), conhecido como Orlandinho.

O circuito principal da festa, no Parque Sumaúma, funciona a partir de 22h. Por lá são esperadas cerca de 30 mil pessoas e se apresentam nos quatro dias artistas como Dorgival Dantas, Saia Rodada, Mastruz com Leite, Adelmário Coelho e Flávio José.

Flávio José, Dorgival Dantas e Adelmário Coelho vão tocar no Parque Sumaúma, em Cruz das Almas
(Fotos: Divulgação)

O forró raiz é priorizado nos festejos juninos do município.

“Cruz das Almas está protagonizando uma luta pra tornar o forró um patrimônio imaterial do nosso país, assim como aconteceu com o frevo e o maracatu. O São João é importante para reafirmar as manifestações que fazem parte do nosso povo”, justifica o prefeito.

Com tantos artistas e tradições culturais, Cruz das Almas espera receber, nos quatro dias de evento, entre 100 mil e 120 mil turistas, entre eles pessoas que vão ficar na cidade e outros que estão só de passagem. A lotação dos hotéis para o período, segundo a gestão dados da municipal, já alcança 100%.

Shows noturnos devem receber até 30 mil pessoas, prevê prefeitura municipal
(Foto: Paulo Galvão Filho/Ascom/Divulgação)

Esse é o momento em que há o maior aquecimento da economia no município. Por isso, devem ser gerados cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos. A movimentação econômica prevista é entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões, incluindo bares, restaurantes e serviços gerais, prevê o município.

Opção
Outro grande atrativo da cidade é o Forró do Bosque, que este ano chega a sua 17ª edição e promete levar em torno de 10 mil pessoas para a Vila Vip, no dia 23. 

Estão na grade do evento artistas como Saulo, Ferrugem, Parangolé, Lambasaia e Calcinha Preta
(Foto: Divulgação)

Para o sócio-idealizador do evento, Antonio Ribeiro, o Dollar, a festa privada complementa a programação municipal e contribui para fortalecer o destino Cruz das Almas. “A gente tem o apelo tradicional, com quadrilha, casa de beiju, casinhas de tijolo, etc, e tem as bandas modernas para a galera que gosta dessa variação. Termino a festa às 23h e convido o público para a programação da cidade”, ressalta Dollar.

Mesmo proibidos, espadeiros mantêm tradição
A guerra de espadas é uma tradição que tem mais de 150 anos em Cruz das Almas e há 40 anos o CORREIO acompanha o espetáculo, que divide opiniões. A prática de tocar as espadas é reconhecida por parte da população como um atributo cultural, mas também é polêmica por ferir e incomodar os cidadãos.

Guerra de espadas é tradição em Cruz há mais de 150 anos; veja registro de 1979
(Foto: Sonia Carmo/Arquivo CORREIO)

De 21 de junho a 25 de julho de 2018, por exemplo, 61 pessoas deram entrada nos postos de saúde de Cruz das Almas por causa de queimaduras, segundo a secretaria municipal de saúde. Também no ano passado, 8 pessoas foram presas no município por causa da guerra de espadas. É que a prática está proibida desde 2011.

O Ministério Público alega que “é crime porque usa explosivos de uso controlado pelo Exército e coloca em risco a liberdade das pessoas caminharem pelas ruas e a integridade física e patrimonial dos moradores”.

Resultado de imagem para guerra de espada correio24horas

(Foto: Reprodução/TV São Francisco)

Isso não foi suficiente para impedir os espadeiros de manusear o artefato pelas ruas. “Trazemos há algum tempo a ideia da regulamentação. Sugerimos um circuito, com alambrados nas casas... Assim só vai quem quer.“, afirma o espadeiro Cléo Rocha.

Produzida com bambus, pólvora, limalha de ferro, barro e cordão de sisal, a espada já levou milhares turistas ao município. Entre os anos 60 e 70, a guerra era até transmitida por emissoras de televisão. Tudo por conta das luzes, cores e rabeios.

#chegandojuntonointerior

  • Como chegar 

Partindo de Salvador, siga pela BR-324 no sentido Feira de Santana. Suba o viaduto que dá acesso à BR-101 e daí siga até Cruz das Almas. Outra possibilidade é atravessar o ferry-boat de Salvador para Bom Despacho e seguir pela BA-001 até o entroncamento com a BR-101, e continuar na estrada, sentido Norte, até chegar à localidade. 

  • Para se deliciar

Não deixe de comer o bacalhau do Bar to Tibar (Rua Manoel Pedro da Silveira). Petisco é no Bar Zé do Gato (Rua da Vitória). Feijoada é a da Tita, no bairro Santa Cruz. Tem ainda o Point da Maniçoba, em São Francisco.

  • Cidades próximas

Muritiba (3,3 km), Aporá (6,3 km), Sapeaçu (10,3 km), Governador Mangabeira (12,5 km), Cabaceiras do Paraguaçu (15,5 km), Cachoeira (18,1 km) e Conceição do Almeida (19,2 km).

Confira a programação:

  • 21/06

Filarmônica (Abertura) 
Dorgival Dantas
Acarajé com Camarão
Saia Rodada

  • 22/06

Santana
Sarapatel com Pimenta
Trio Nordestino

  • 23/06 

Mastruz com Leite
Mestrinho
Adelmario Coelho
Rasga Tanga

  • 24/06 

Limão com Mel
Forrojão
Flavio José

Serviço:

São João de Cruz das Almas
Quando:
 21 a 24 de junho
Onde: Cruz das Almas, das 8h às 2h
Entrada: gratuita

Forró do Bosque

Quando: 23 de junho (domingo), às 14h
Onde: Vila Vip (Cruz das Almas – BA)
Atrações: Saulo, Ferrugem, Parangolé, Lambasaia e Calcinha Preta
Ingressos: Área Vip Open Bar – R$ 160,00 (open bar de cerveja, refrigerante, água, licor e guaramix)
Camarote All Inclusive – R$ 400,00 (buffet | open bar premium com whisky 12 anos, vodka premium, cerveja, refrigerante, água, licor e guaramix)
Formas de pagamento: espécie e em 6x nos cartões
Vendas: Central do Carnaval e Pida


A série São João na Estrada integra o projeto Correio 40 anos, que tem oferecimento do Bradesco, patrocínio do Hapvida e Sotero Ambiental, apoio institucional da Prefeitura de Salvador, apoio de Vinci Airports, Senai, Salvador Shopping, Unijorge, Claro, Sebrae, Itaipava Arena Fonte Nova e Santa Casa da Bahia.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas